Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086100
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Acre - Livro técnico (INFOTECA-E)
Data do documento: 2017
Tipo do Material: Livro técnico (INFOTECA-E)
Autoria: SOUZA, J. M. L. de
ÁLVARES, V. de S.
NÓBREGA, M. de S.
Informaçães Adicionais: JOANA MARIA LEITE DE SOUZA, CPAF-Acre; VIRGINIA DE SOUZA ALVARES, CPAF-Acre; Murielly de Sousa Nóbrega, Sebrae-AC.
Título: Indicação geográfica da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul, Acre.
Fonte/Imprenta: Rio Branco, AC: Embrapa Acre, 2017.
Páginas: 155 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Indicação geográfica
Produção artesanal
Território da Cidadania
Regional do Juruá
Cruzeiro do Sul (AC)
Acre
Amazônia Ocidental
Western Amazon
Amazonia Occidental
Denominación de origen protegida
Explotación agrícola familiar
Harina de yuca
Tecnología tradicional
Conteúdo: Este livro é resultado do esforço de projetos de pesquisa da Embrapa Acre, fruto da parceria de várias instituições do estado e fontes de financiamento diversos, como Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), bem como recursos do tesouro nacional. Foram 12 anos desde o início das pesquisas com a mandioca no Território da Cidadania do Vale do Juruá, no Acre, passando pela caracterização da cadeia, melhorias no processo de produção da mandioca, definição de padrões de identidade e qualidade da farinha, georreferenciamento das unidades de produção, até a identificação do potencial da região para a solicitação da Indicação Geográfica (IG). A partir daí, o propósito foi auxiliar os produtores na solicitação desse registro, subsidiando-os com o recolhimento de informações para demonstrar o potencial da região e a vinculação do produto com sua fama e qualidade. O esforço foi incessante e o conjunto de pessoas e instituições que acreditaram nesse produto e nessa atividade são o retrato e a história dos agricultores familiares do Vale do Juruá, aderindo nessa atividade, seu sustento, seu cotidiano, sua vida. A produção da 'farinha de Cruzeiro do Sul', trazida por imigrantes nordestinos e adaptada por agricultores indígenas e não indígenas locais, é mais do que uma tradição secular, é uma identidade local que faz jus ao nome por sua notoriedade e reconhecimento de um produto de fabricação tradicional com qualidade.
Thesagro: Agricultura familiar
Farinha
Mandioca
Manihot esculenta
Procedência
NAL Thesaurus: Family farms
Cassava flour
Traditional technology
Protected designation of origin
Provenance
Ano de Publicação: 2018-01-23
ISBN: 978-85-7035-768-7
Aparece nas coleções:Livro técnico (CPAF-AC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
26484.pdf56,93 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace