Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/950512
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Agrobiologia - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 2012
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: MORAES, L. F. D. de
Informaçães Adicionais: LUIZ FERNANDO DUARTE DE MORAES, CNPAB.
Título: Chuva de semente em áreas sob restauração na reserva Biológica de Poço das Antas, RJ.
Fonte/Imprenta: Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2012.
Páginas: 28 p.
Série: (Embrapa Agrobiologia. boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 91).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Sementes
Recuperação ambiental.
Conteúdo: Com o objetivo de avaliar a contribuição da chuva de sementes no início do processo de restauração florestal, um experimento foi instalado na Reserva Biológica de Poço das Antas, município de Silva Jardim, RJ, em área declivosa coberta pela gramínea Melinis minutiflora . Na área de estudo três parcelas de 105m x 30m foram implantadas, cada uma recebendo um tratamento correspondente a uma ação de restauração: 1 - capina completa, sem plantio, com posterior capina seletiva para condução da regeneração natural (RN); 2 - capina completa seguida de plantio misto de espécies arbóreas nativas (PL); e 3 - controle (CT), onde não foi feita nenhuma intervenção. Em cada parcela foram distribuídos 27 coletores de 0,50m x 0,50m, colocados a uma altura de 20 cm do solo. Por um período de 24 meses foi monitorada a diversidade e a frequência de propágulos de espécies arbustivas e arbóreas nos coletores. O tratamento RN foi o que mostrou a maior frequência média, com 67,59% dos coletores apresentando propágulos, seguido pelos tratamentos CT (45,37%) e PL, com (45,06%). O tratamento onde houve o plantio de espécies arbóreas nativas foi o que apresentou a maior riqueza de espécies na chuva de sementes. O valor mais alto de propágulos no tratamento onde foi feita somente a condução da regeneração natural sugere que a simples eliminação da vegetação invasora pode ser suficiente para acelerar o processo de sucessão. Foi observada baixa presença de espécies de estágios sucessionais tardios nos coletores, o que pode ser um indicador da ausência de fauna dispersora ou do empobrecimento florístico dos fragmentos vizinhos.
Thesagro: Reserva Biológica.
Ano de Publicação: 2013-02-21
ISBN: 1676-6709
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPAB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
bot09112.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace