Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1118276
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Gado de Corte - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2019
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: ROSINHA, G. M. S.
SANTOS, L. R. dos
ELISEI, I.
SANCHES, C. C.
BERTOLACCI, M. A. B. C.
MANTOVANI, C.
ELISEI, C.
SOARES, C. O.
Additional Information: GRACIA MARIA SOARES ROSINHA, CNPGC; LENITA RAMIRES DOS SANTOS, CNPGC; IRENE ELISEI; CRISTIANE C. SANCHES; MARRIELEN A. B. C. BERTOLACCI; CYNTHIA MANTOVANI, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS.; CARINA ELISEI, Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS.; CLEBER OLIVEIRA SOARES, DEIT.
Title: Identificação de Brucella spp. em bovinos com lesões sugestivas de brucelose.
Publisher: Campo Grande, MS: Embrapa Gado dce Corte, 2019.
Pages: 30 p.
Series/Report no.: (Embrapa Gado de Corte. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 43).
Language: pt_BR
Description: A prevalência de focos da brucelose bovina em propriedades pecuárias no Brasil varia de 0,32% a 41,5%. O Estado de Mato Grosso do Sul tem 41,5% de suas fazendas com pelo menos um animal reagente à prova sorológica. Estes índices por si só são muito expressivos e impactam nos diferentes segmentos das cadeias produtivas da pecuária de corte e de leite, além de implicar em barreira comercial à exportação da carne bovina. Assim, há necessidade de um teste rápido post-mortem, de altas sensibilidade e especificidade que possa ser usado como ferramenta de diagnóstico em sistemas de vigilância sanitária, frente à brucelose bovina. Diante disto, 20 bovinos de diferentes frigoríficos do Estado de Mato Grosso do Sul, que apresentavam lesões sugestivas para brucelose na hora do abate, foram submetidos à coleta de sangue e fragmentos de pulmão, fígado, músculo, linfonodos e ligamento cervical. Dos fragmentos foi realizada a cultura para isolamento de Brucella spp. e, a identidade das colônias obtidas foram confirmadas por AMOS-PCR, para definição de gênero e espécie. Das amostras de sangue foram extraídos os DNA?s para análise por PCR e qPCR com os primers BruAb_0168 (em nível de gênero e espécie). Das 20 amostras cultivadas foram isoladas colônias em 12 amostras (60%), sendo oito (40%) confirmadas pela AMOS-PCR. Destas 8 amostras obtiveram-se 9 isolados de Brucella, pois de um animal foram isoladas, concomitantemente, as cepas selvagem e vacinal. Destes nove isolados, sete foram identificados como B. abortus (biovar 1, 2 e 4) e dois como cepa vacinal B19. As técnicas de PCR e qPCR para amostras de DNA de sangue apresentaram positividade de 90% (18/20) e 95% (19/20) para B. abortus, respectivamente. Com isso, a PCR e qPCR mostraram-se mais eficientes que o isolamento em cultura, na detecção de animais positivos com lesões sugestivas de brucelose bovina, com potencial de serem utilizadas como métodos mais rápidos e eficientes.
Thesagro: Brucelose
Brucella Abortus
Diagnostico
DNA
Pecuária
Data Documento: 2020-01-07
ISSN: 1983-9715
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPGC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BP43.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace