Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1069011
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2004
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: MACHADO, P. L. O. de A.
BERNARDI, A. C. de C.
VALENCIA, L. I. O.
MOLIN, J. P.
GIMENEZ, L. M.
SILVA, C. A.
ANDRADE, A. G. de
MADARI, B. E.
MEIRELLES, M. S. P.
Additional Information: PEDRO LUIZ OLIVEIRA DE A MACHADO, CNPS; ALBERTO CARLOS DE CAMPOS BERNARDI, CPPSE; LUIS IVAN ORTIZ VALENCIA, UFRJ; JOSÉ PAULO MOLIN, ESALQ; LEANDRO MARIA GIMENEZ, FUNDAÇÃO ABC; CARLOS ALBERTO SILVA, UFLA; ALUISIO GRANATO DE ANDRADE, CNPS; BEATA EMOKE MADARI, CNPS; MARGARETH GONCALVES SIMOES, CNPS.
Title: Mapeamento da condutividade elétrica do solo e relação com os teores de argila de um Latossolo Vermelho sob plantio direto de grãos no Paraná.
Publisher: Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2004.
Pages: 20 p.
Series/Report no.: (Embrapa Solos. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 43).
Language: pt_BR
Keywords: Veris
Variabilidade espacial
Sistema plantio direto
Description: O mapeamento da condutividade elétrica do solo (CE) é uma ferramenta simples que pode ser utilizada para caracterizar rapidamente e com maior precisão as diferenças nas propriedades do solo numa gleba considerada tradicionalmente como homogênea. Existem trabalhos internacionais que mostram que as medidas de CE podem se correlacionar com a granulometria. Entretanto, há poucos trabalhos no Brasil relacionando as variações espaciais dos valores de condutividade elétrica de um solo com os teores de argila. Assim, este trabalho objetivou avaliar a variabilidade espacial da CE em duas profundidades de um Latossolo Vermelho sob cultivo de grãos em sistema plantio direto e relacionar os valores de CE com a variação dos teores de argila. Amostras georreferenciadas de solo foram coletadas numa área 13 hectares por meio de uma grade maior de 40 por 40 m e grades menores de 20 m x 20 m; 10 m x 10 m e; 5 m x 5 m. Métodos geoestatísticos e de krigeagem foram adotados para as estimativas. Os teores de argila foram determinados pelo método do densímetro. A CE na mesma área foi obtida por meio de equipamento VERIS (Veris Technologies, EUA). A continuidade espacial da CE e do teor de argila foi modelada usando semivariogramas. A interpolação espacial destas variáveis foi obtida através de krigeagem ordinária usando o programa GSLIB. Os valores interpolados do teor de argila foram comparados aos da CE através de ajuste paramétrico não-linear usando o programa Grapher 4. A CE variou de 1,9 a 13,7 mS m-1 com valor médio de 5,2 ms m-1 e desvio padrão 1,58. O mapa interpolado mostrou uma tendência de aumento da CE com o aumento dos níveis de argila. O melhor ajuste não-linear da CE e o teor de argila foi dado por um polinômio de ordem 2. Os coeficientes de determinação foram de 0,78 e 0,77 entre CE e concentração de argila nas profundidades 0-5 e 5-10 cm, respectivamente. O mapa da CE reflete a variação nos teores de argila do Latossolo estudado e pode ser utilizado para a delimitação de zonas de manejo.
Data Documento: 2017-04-27
ISSN: 1678-0892
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bdp432004mapeamento.pdf429,24 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace