Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1056084
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Documentos (INFOTECA-E)
Data do documento: 2016
Tipo do Material: Documentos (INFOTECA-E)
Autoria: PAIXÃO, J. de S.
ANDRADE, C. de L. T. de
SILVA, P. P. G. da
MAGALHÃES, B. G.
MELO, B. F.
Informaçães Adicionais: Jéssica Sousa Paixão, Bolsista; CAMILO DE LELIS TEIXEIRA DE ANDRADE, CNPMS; Priscila Ponciana Gomes da Silva, Bolsista; Bruna Gomes Magalhães, Bolsista; Bruno Ferreira de Melo, Estagiário.
Título: Aptidão e potencial de produção de milho em municípios de Minas Gerais.
Fonte/Imprenta: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2016.
Páginas: 41 p.
Série: (Embrapa Milho e Sorgo. Documentos, 199).
Idioma: pt_BR
Conteúdo: A maior parte da produção de milho no Brasil ocorre em regime de sequeiro, tanto na primeira quanto na segunda safra, estando, portanto, sujeita a instabilidades climáticas que podem afetar o rendimento de grãos. Irregularidade no regime de chuvas, que induz estresse hídrico na cultura, é o principal fator responsável pela quebra da produtividade do milho no país. Algumas estratégias de manejo da cultura podem ser empregadas para atenuar este problema, entre as quais a escolha do período de semeadura adequado, preconizado no zoneamento de risco climático do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). As ferramentas computacionais utilizadas no zoneamento necessitam, todavia, serem aprimoradas, principalmente em razão da nova era chamada agricultura digital, na qual os produtores do mundo e do Brasil tendem a se engajar. Este novo paradigma deverá demandar o uso cada vez mais constante de modelos de simulação que permitem a integração de conhecimento para se avaliarem os diversos fatores que afetam a agricultura, e auxiliar os produtores na tomada de decisão. O estudo em questão fez uso de modelos de simulação, baseados em processo, para simular produtividades potenciais e atingíveis e para definir a aptidão e o período de semeadura para a cultura de milho, em regime de sequeiro, para municípios de Minas Gerais. Com isso, foi possível quantificar, por exemplo, a importância da retenção de água no solo para a aptidão e período de semeadura para produção de milho, e também avaliar em quais municípios seria vantajoso o uso da irrigação para aumentar a produtividade.
Thesagro: Zea mays
Semeadura
Modelo de simulação
NAL Thesaurus: Sowing
Simulation models
Ano de Publicação: 2016-11-09
Aparece nas coleções:Série Documentos (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
doc199.pdf2,93 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace