Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1055932
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2016
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: SILVA, P. P. G. da
ANDRADE, C. de L. T. de
MAGALHÃES, B. G.
GONTIJO NETO, M. M.
MELO, B. F. de
Additional Information: Priscila Ponciana Gomes da Silva, Bolsista; CAMILO DE LELIS TEIXEIRA DE ANDRADE, CNPMS; Bruna Gomes Magalhães, Bolsista; MIGUEL MARQUES GONTIJO NETO, CNPMS; Bruno Ferreira de Melo, Estagiário.
Title: Produtividade potencial e variabilidade da produtividade de milho, em regime de sequeiro, em Rio Verde, Goiás.
Publisher: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2016.
Pages: 30 p.
Series/Report no.: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 140).
Language: pt_BR
Keywords: Seeding
Description: A cultura do milho, quando sujeita a instabilidades climáticas, pode sofrer reduções severas no rendimento de grãos. O entendimento e a quantificação dos riscos climáticos envolvidos na produção de milho é, portanto, o primeiro passo para que se estabeleçam estratégias de manejo que possam minimizar esses riscos. Objetivou-se com este trabalho avaliar a variabilidade interanual da produtividade e a diferença entre a produtividade potencial e atingível de milho de sequeiro, para diferentes datas de semeadura, na safra e safrinha, em Rio Verde, Goiás. Empregou-se o modelo CSM-CERES-Maize, previamente parametrizado, juntamente com 33 anos de dados históricos diários de clima para simular cenários de épocas de semeadura, na safra e safrinha, e para avaliar a capacidade preditiva do modelo no período de 2003 a 2013, considerando o regime de sequeiro e o potencial de produção da cultivar na região. O modelo foi capaz de simular com razoável acurácia as produtividades de milho, tanto na safra, quanto na safrinha, para a maioria dos anos. Na safra, a melhor data de semeadura, indicada pelas simulações, foi 28 de novembro, enquanto na safrinha a data mais adequada foi 9 de janeiro. Grande variação interanual na produtividade simulada foi observada, tanto na safra quanto na safrinha. As simulações indicaram também que, na safra, a produtividade atingível aproximou-se do rendimento potencial da cultivar na maioria dos anos. Em relação à safrinha, observou-se uma diferença de 20% entre as produtividades potencial e atingível, para todos os anos, exceto 2011.
Thesagro: Modelo de simulação
Semeadura
Zea mays
NAL Thesaurus: Simulation models
Sowing
Data Documento: 2016-11-07
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bol140.pdf2,38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace