Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/878983
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Rondônia - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 25-Fev-2011
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: RAMALHO, A. R.
VENEZIANO, W.
ROCHA, R. B.
OLIVEIRA, C.L.L.G. de
CASSARO, J.D.
Informaçães Adicionais: ANDRE ROSTAND RAMALHO, CPAF-RO; Wilson Veneziano, Pesquisador aposentado, Embrapa Rondônia; RODRIGO BARROS ROCHA, CPAF-RO; Estagiária, Embrapa Rondônia.
Título: Coleção ativa de germoplasmas de Coffea arabica L.: situação atual, caracterização e perspectivas para Rondônia.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2010.
Série: (Embrapa Rondônia. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 67).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Café
Germoplasma
Conteúdo: Em Rondônia, cultivares da espécie arábica (Coffea arabica L.; Rubiaceae) são plantadas em apenas 5 % da área total (160 mil hectares) do parque cafeeiro estadual, dentre outros motivos, por causa da C. arabica apresentar restrita variabilidade genética para os caracteres de importância adaptativa, econômica e de defensividade nas condições ambientais da Amazônia Ocidental. As principais cultivares comerciais brasileiras de C. arabica são muito aparentadas entre si por serem exclusivamente descendentes das populações-base Bourbon e Typica. De 1978 a 2000, foram introduzidos e avaliados, aproximadamente, 120 acessos de C. arabica provenientes de várias instituições brasileiras de pesquisa agropecuária. O objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização preliminar dos acessos de cafeeiros arábica, mantidos na Coleção Ativa de Germoplasma da Embrapa Rondônia em Ouro Preto d?Oeste, RO. Utilizaram-se 26 acessos (cultivares e linhagens irmãs) de C. arabica, provenientes dos principais programas de melhoramento genético do cafeeiro arábica do Brasil. Foram avaliadas 28 características por meio de descritores (morfológicos e agronômicos) mínimos diferenciadores, atualmente usados para registro ou proteção de cultivares comercial de café. A utilização conjunta da maioria dos descritores usados neste trabalho possibilitou, com relativa facilidade, discriminar fenotipicamente as cultivares cafeeiras entre si. A coloração das folhas jovens e dos frutos maduros são os descritores genéticos qualitativos mais facilmente identificáveis e que mais contribuíram na distinção eficiente dos germoplasma cafeeiros caracterizados. O uso das variáveis descritoras qualitativas (coloração dos brotos, cor dos frutos maduros, porte da planta e ciclo de maturação) foram eficientes na caracterização dos acessos estudados. De modo geral, estes resultados são concordantes com outros trabalhos similares realizados com a maioria das cultivares e,ou linhagens caracterizadas.
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAF-RO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
bpd67cafe.pdf958,58 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace