Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1060142
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E)
Date Issued: 2016
Type of Material: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E)
Authors: CAMARGO, U. A.
MAIA, J. D. G.
RITSCHEL, P. S.
Additional Information: Umberto Almeida Camargo; JOAO DIMAS GARCIA MAIA, CNPUV; PATRICIA SILVA RITSCHEL, CNPUV.
Title: Cultivares de videira para processamento.
Publisher: IN: SILVEIRA, S. V. da; HOFFMANN, A.;GARRIDO, L. da R.; (Ed.). Produção integrada de uva para processamento: implantação do vinhedo, cultivares e manejo da planta. Brasília, DF: Embrapa, 2015. v. 3, cap. 2, p. 25-40.
Language: pt_BR
Keywords: Videira
Cultivares de videira
Uva americana
Uma hibrida
Cultivar 'bordô'
Cultivar 'concord'
Cultivar 'isabel'
Uvas do Brasil.
Description: Existem, no mundo, milhares de variedades de uvas; as principais pertencem à espécie Vitis vinifera, usadas na elaboração de vinhos finos, e às espécies V. labrusca e V. bourquina, usadas na elaboração de vinhos de mesa e sucos de uva (REISCH; PRATT, 1996). A espécie Vitis vinifera é originária do Cáucaso, de onde foi difundida por toda a costa mediterrânea há centenas de anos, seja para a produção de fruta para consumo in natura, seja como matéria-prima para a elaboração de vinhos. Foi na costa mediterrânea que, ao longo de séculos de cultivo, foram selecionadas essas milhares de variedades de Vitis vinifera, especialmente variedades destinadas à elaboração de vinhos. Algumas delas ganharam o mundo, consagrando-se pela ampla capacidade de adaptação e pelas características dos vinhos que originam; outras, de adaptação mais restrita, permaneceram em suas regiões de origem, proporcionando aos seus habitantes a oportunidade de elaboração de produtos típicos e exclusivos (COMITÉ TECHNIQUE PERMANENT DE LA SÉLECTION DES PLANTES CULTIVÉES, 1995; GALET, 1991; ITÁLIA, 1960.). As uvas rústicas, também chamadas de uvas americanas ou híbridas, são originárias da costa leste americana. Muitas dessas cultivares surgiram entre 1800 e 1850, fruto do trabalho de melhoristas amadores ou da seleção ao acaso de plantas silvestres. As espécies de maior destaque são V. labrusca e V. bourquina, além de híbridos interespecíficos que apresentam V. vinifera em sua genealogia (REISCH; PRATT, 1996). A vitivinicultura brasileira nasceu e cresceu com base em uvas americanas e híbridas usadas para a elaboração de vinhos de mesa e também de sucos de uva. Entretanto, a partir de meados do século XX, começaram a ser elaborados vinhos finos, com uvas de variedades de Vitis vinifera. O objetivo deste capítulo é oferecer ao leitor um panorama sobre as principais cultivares de uvas para processamento disponíveis atualmente no Brasil, independente do sistema utilizado. Durante a descrição das cultivares, a ocorrência de características adequadas para uso em sistemas integrados ou experiências prévias do uso da cultivar nesse sistema serão destacadas.
Thesagro: Uva
Vitis vinifera
Viticultura
Data Documento: 2017-01-06
Appears in Collections:Capítulo em livro técnico (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Manual3Capitulo2.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace