Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/980288
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2013
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: COELHO, M. R.
DART, R. de O.
VASQUES, G. de M.
TEIXEIRA, W. G.
OLIVEIRA, R. P. de
BREFIN, M. de L. M.
BERBARA, R. L. L.
Additional Information: MAURICIO RIZZATO COELHO, CNPS; RICARDO DE OLIVEIRA DART, CNPS; GUSTAVO DE MATTOS VASQUES, CNPS; WENCESLAU GERALDES TEIXEIRA, CNPS; RONALDO PEREIRA DE OLIVEIRA, CNPS; MARIA DE LOURDES M SANTOS BREFIN, CNPS; Ricardo Luís Louro Berbara, UFRRJ.
Title: Levantamento pedológico semi-detalhado (1:30.000) do Parque Estadual da Mata Seca, Município de Manga - MG.
Publisher: Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2013.
Pages: 264 p.
Series/Report no.: (Embrapa Solos. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 217).
Language: pt_BR
Keywords: Relação solo-paisagem
Floresta estacional decidual
Grupo Urucuia
Grupo Bambuí
Description: Um dos pré-requisitos para o sucesso na seleção e implantação de áreas de pesquisa é o conhecimento preciso da distribuição dos solos e de seus atributos na paisagem. Isso pode ser obtido com o levantamento e mapeamento pedológico convencional e/ou através de técnicas de mapeamento digital de solos (MDS). Este trabalho apresenta os solos identificados no Parque Estadual da Mata Seca (PEMS), localizado no município de Manga, região norte do Estado de Minas Gerais. É parte integrante de um projeto maior, cujo objetivo é explorar novas técnicas de MDS em pequenas extensões territoriais, avaliar e validar seus produtos e estabelecer um protocolo de procedimentos para tal. Abrangendo a extensão de 10.281,44 ha, o PEMS tem sua geologia associada a coberturas cenozóicas derivadas de: (a) rochas pelíticocarbonáticas que compõem o Grupo Bambuí, de idade proterozóica, (b) arenitos cretáceos do Grupo Urucuia e, (c) depósitos quarternários resultantes do retrabalhamento do rio São Francisco. Os tipos e diversidade de material de origem foram os fatores preponderantes na formação e distribuição dos solos e na sua relação com os demais elementos formadores da paisagem local. Em termos gerais, a seguinte relação solo-paisagem pode ser observada na área: Latossolos Amarelos e Vermelho-Amarelos distróficos e de textura média ocupam os platôs (chapada) de relevo predominantemente plano, situados nas cotas mais elevadas do PEMS e sob domínio das coberturas relacionadas aos arenitos do Grupo Urucuia. A vegetação de Carrasco é exclusiva e marcante dessa paisagem, seja observando-a in loco, seja por meio de imagens de sensores remotos. Há uma faixa transicional entre esses domínios e aqueles situados em cotas ligeiramente inferiores, que são influenciados exclusivamente pelas rochas calcárias. A existência de eutrofismo associado à textura média em Latossolos Vermelho-Amarelos, Vermelhos, Chernossolos e Cambissolos (latossólicos), bem como a vegetação de Caatinga Arbórea Densa (de médio porte) são evidências do caráter transicional. As paisagens sob domínio das rochas pelítico-carbonáticas em que se desenvolve a Floresta Estacional Decidual Densa de alto porte (Mata Seca) são de maior extensão e complexidade na área. Nelas, o relevo e a proximidade do material de origem exercem ação modificadora na formação dos solos. As seguintes subordens taxonômicas foram observadas nesse domínio fisiográfico:Cambissolos Háplicos, Latossolos Vermelhos e Vermelhos-Amarelos, Chernossolos Háplicos e Argilúvicos, Vertissolos Háplicos, Plintossolos Pétricos, Gleissolos Háplicos e Melânicos. Dentre estas, os Latossolos Vermelho- Amarelos e Vermelhos juntamente aos Cambissolos Háplicos dominam em extensão, distribuindo-se em aproximadamente 87,0% das áreas sob influência calcária. Finalmente, nos depósitos quaternários do rio São Francisco, em relevo plano e sob Floresta Tropical Pluvial Perenifólia, foram mapeados Cambissolos Flúvicos e Neossolos Flúvicos em condições de boa drenagem, enquanto os Gleissolos Háplicos ocorrem nas áreas deprimidas, permanente ou temporariamente inundadas.
Data Documento: 2014-02-18
ISSN: 1678-0892
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BPD217LevantamentoManga.pdf6,39 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace