Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/968266
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Issue Date: 2013
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: ANDRADE, C. de L. T. de
SILVA, D. F.
RESENDE, A. V. de
GARCIA, A. G. y
AMARAL, T. A.
PAIXÃO, J. S.
Additional Information: CAMILO DE LELIS TEIXEIRA DE ANDRADE, CNPMS; ALVARO VILELA DE RESENDE, CNPMS.
Title: Produtividade e lixiviação de nitrato em uma lavoura de milho de sequeiro usando dejeto de suíno e adubação mineral como fonte de nitrogênio.
Publisher: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2013.
Pages: 49 p.
Series/Report no.: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 70).
Language: pt_BR
Keywords: Sustentabilidade
Modelagem.
Description: Dejetos de suínos (DS) têm um grande potencial como fertilizante e podem substituir parte ou todo o nitrogênio do adubo mineral (FM), necessários na produção agrícola. No entanto, DS também têm um alto potencial contaminante e devem ser manejados de forma adequada para evitar a poluição ambiental. Modelos de simulação, acoplados a sistemas de apoio à decisão, podem ser ferramentas eficientes para se avaliarem estratégias de manejo sustentável de dejetos. O objetivo deste estudo foi utilizar resultados de simulação para avaliar a sustentabilidade da produção de milho de sequeiro, adubado com diferentes doses de nitrogênio provenientes de DS e FM. O modelo CSM-CERES-Maize do Sistema de Apoio à Decisão para Transferência de Agrotecnologia, DSSAT, foi usada para avaliar os efeitos de longo prazo de estratégias de manejo da adubação sobre a produção de milho, a absorção de nitrogênio pelas plantas e o acúmulo no solo e a lixiviação de nitrato. Simulou-se a utilização de doses de nitrogênio variando de 100 a 250 kg ha-1, provenientes só de DS e só de FM, 50% de DS e 50% de FM e a dose de 415 kg ha-1 (60% DS e 40% FM), usado atualmente pelo agricultor. Os resultados indicaram que a dose de 200 kg ha-1 (50% DS e 50% FM) mostrou-se vantajosa, uma vez que o rendimento aumentou e a lixiviação de nitrato e o acúmulo de nitrogênio no solo permaneceram dentro de níveis aceitáveis. Observou-se também que a dose atualmente utilizada pelo agricultor não é sustentável devido à lixiviação de nitrato e ao acúmulo de nitrogênio no solo. Outras estratégias de manejo de fertilizantes, como a utilização de uma proporção maior de FM nos primeiros anos com posterior redução com o tempo, foram discutidas.
Thesagro: Simulação
Zea mays.
Year: 2013-10-10
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bol70.pdf2,58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace