Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/859412
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E)
Date Issued: 2010
Type of Material: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E)
Authors: MANZATTO, C. V.
BACA, J. F. M.
PEREIRA, S. E. M.
ASSAD, E. D.
SIMÕES, M.
BACA, A. F. M.
NAIME, U. J.
MOTTA, P. E. F. da
Additional Information: CELSO VAINER MANZATTO, CNPMA; JESUS FERNANDO MANSILLA BACA, CNPS; SANDRO EDUARDO MARSCHHAUSEN PEREIRA, CNPMA; EDUARDO DELGADO ASSAD, CNPTIA; MARGARETH GONCALVES SIMOES, CNPS; ANGEL FILIBERTO MANSILLA BACA; UEBI JORGE NAIME, CNPS; PAULO EMILIO FERREIRA DA MOTTA, CNPS.
Title: Zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar: abordagem metodológica para integração temática de grandes áreas territoriais.
Publisher: In: PRADO, R. B.; TURETTA, A. P. D.; ANDRADE, A. G. de (Org.). Manejo e conservação do solo e da água no contexto das mudanças ambientais. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2010. pt. 3, cap. 2, p. 193-214.
Language: pt_BR
Description: O objetivo geral do Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar para a produção de etanol e açúcar é fornecer subsídios técnicos para formulação de políticas públicas, visando à expansão e produção sustentável de cana-de-açúcar no território brasileiro. A metodologia desenvolvida para o ZAE-Cana contemplou um estudo mais completo do território, envolvendo além das cartas de solo e dados climáticos, a análise integrada do uso e cobertura vegetal da terra, relevo, hidrografia, e áreas ambientalmente protegidas. Insere-se portanto, o princípio de sustentabilidade que preconiza que a produção de uma cultura deve ser obtida através de técnicas de cultivos economicamente viáveis e sem riscos à degradação ambiental, estando alinhada com os objetivos e preceitos do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), previstos pelo Protocolo de Quioto. Apresenta-se assim, como um documento norteador para os investimentos públicos e privados, subsidiando políticas públicas federais e estaduais para a cadeia produtiva agroenergética: etanol e a co-geração de energia provenientes da cana-de-açúcar. O Governo Brasileiro demandava ainda a geração de informações sobre o território em curto espaço de tempo, visando à instalação de um processo interno de tomada de decisão quanto à expansão e ordenamento do cultivo, visando à formulação de políticas públicas voltadas ao ordenamento territorial. Assim foi necessário o desenvolvimento de uma abordagem metodológica inovadora para a integração temática de informações espaciais de grandes áreas territoriais, baseada em regras de conhecimento, como ferramenta para o rápido processamento do zoneamento. Para tanto, foram definidos, inicialmente, delineamentos gerais de caráter técnico, ambiental e social para a elaboração do Zoneamento Agroecológico, tais como: a aptidão agrícola das terras, o risco climático, o potencial de produção agrícola sustentável, a vulnerabilidade das terras e a legislação ambiental vigente. Utilizando de técnicas de processamento digital procedeu-se a uma avaliação do potencial das terras para a produção da cultura da cana-de-açúcar em regime de sequeiro (sem irrigação plena), tendo como base as características físicas, químicas e mineralógicas dos solos expressos espacialmente em levantamentos de solos; o uso atual das terras; o modelo digital de elevação do terreno; e em estudos sobre risco climático, procedeu-se uma análise quanto aos requerimentos da cultura quanto a precipitação, temperatura, ocorrência de geadas e veranicos.
Thesagro: Zoneamento Agrícola
Zoneamento Ecológico
Cana de Açúcar
Data Documento: 2010-08-05
Appears in Collections:Capítulo em livro técnico (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Zoneamentoagroecologicodacanadeacucarabordagemmetodologica.pdf1,71 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace