Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/157856
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Semiárido - Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E)
Date Issued: 2005
Type of Material: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E)
Authors: SANTOS, C. A. F.
ARAUJO, F. P. de
CAVALCANTI, N. de B.
ANJOS, J. B. dos
LIMA FILHO, J. M. P.
OLIVEIRA, V. R. de
KIILL, L. H. P.
MELO, N. F. de
Additional Information: CARLOS ANTONIO FERNANDES SANTOS, CPATSA; FRANCISCO PINHEIRO DE ARAUJO, CPATSA; NILTON DE BRITO CAVALCANTI, CPATSA; JOSE BARBOSA DOS ANJOS, CPATSA; JOSE MOACIR PIMHEIRO LIMA FILHO, CPATSA; VISELDO RIBEIRO DE OLIVEIRA, CPATSA; LUCIA HELENA PIEDADE KIILL, CPATSA; NATONIEL FRANKLIN DE MELO, CPATSA.
Title: Potencial das fruteiras nativas para a inclusão social e a sustentabilidade do agronegócio irrigado no Semi-Árido brasileiro.
Publisher: In: ROMÃO, R. L.; RAMOS, S. R. R. (Ed.). Recursos genéticos vegetais no Estado da Bahia. Feira de Santana: UEFS, 2005.
Pages: p. 33-47.
Language: pt_BR
Keywords: Fruta nativa
Bioma caatinga
Recursos genéticos
Prospecção genética
Recursos naturais
Planta nativa
Description: A Caatinga, constituída por uma mata seca, caducifólia e espinhosa, é a vegetação que cobre a maior parte do Semi-Árido brasileiro-SAB. Em trabalhos qualitativos e quantitativos sobre a flora e a vegetação do bioma Caatinga, foram registradas cerca de 932 espécies arbóreas e arbustivas, sendo 380 endêmicas. O SAB é formado por, aproximadamente, 1 milhão de Km², abrigando em torno de 24 milhões de pessoas, caracterizando-se como o mais populoso Semi-Árido do mundo. Poucos têm sido os trabalhos referentes à coleta, utilização, caracterização, estudos filogenéticos e genéticos, aproveitamento de derivados e pré-melhoramento das espécies endêmicas ou de ocorrência espontânea na região. A equipe multidisciplinar de pesquisa da Embrapa Semi-Árido tem focado as suas atividades em cinco eixos prioritários: 1. Expedições para coleta de germoplasma, pré-melhoramento e manejo para o estabelecimento de áreas, visando à exploração agronômica de algumas espécies. O destaque tem sido para a espécie Spondias tuberosa Arruda - Anacardiaceae (umbuzeiro), para a qual os trabalhos sistemáticos têm resultado no estabelecimento da coleção de germoplasma, formada por 74 acessos. Ação semelhante tem sido implementada com o maracujá-do-mato (Passiflora cincinata Mast. - Passifloraceae) mais recentemente; 2. Exploração de uma espécie como porta-enxerto de outra espécie do mesmo gênero, visando ao cultivo de espécies que não apresentam xerofitismo, bem como para possibilitar o cultivo em áreas com problemas fitopatológicos endêmicos. Os trabalhos dos ítens 1 e 2 podem resultar no estabelecimento de uma fruticultura de sequeiro competitiva e diversificada; 3. Estudos ecofisiológicos para facilitar o manejo agronômico e para ajudar a entender os mecanismos envolvidos no xerofitismo, com uma perspectiva maior de identificar os "major" genes e introduzi-los em indivíduos de outros gêneros ou famílias. É possível que a manipulação genética resulte na expansão do potencial dos atuais 1,8 milhão de hectares para algo em torno de 3,6 a 5,4 milhões de hectares; 4. Aproveitamento dos frutos de algumas espécies nativas para produção de doces, geléias, picles, compotas, entre outros derivados. Procedimentos para aproveitamento dos frutos do umbuzeiro e do maracujá-do-mato são uma realidade como alternativa de renda em algumas comunidades do Semi-Árido; 5. Estudos preliminares que ajudem a evitar o desaparecimento de algumas espécies ameaçadas de extinção. As espécies do bioma Caatinga por todo o seu potencial, deveriam ser mais estudadas, uma vez que podem ser a chave para o desenvolvimento sustentável e competitivo do Semi-Árido brasileiro num futuro não muito distante.
Data Documento: 2006-11-14
Appears in Collections:Capítulo em livro técnico (CPATSA)


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace