Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/14229
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorCASTRO, V. L. S. S. depor
dc.contributor.authorFERRACINI, V. L.por
dc.contributor.authorKLEINFELDER, K.por
dc.contributor.authorTESSARI, C. M.por
dc.contributor.otherVERA LUCIA SCHERHOLZ S DE CASTRO, CNPMA; VERA LUCIA FERRACINI, CNPMA; CHRISTINA MARA TESSARI FERNANDES, CNPMA.por
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpor
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpor
dc.date.created2005-06-07por
dc.date.issued2004por
dc.identifier.issn1516-4675por
dc.identifier.other5375por
dc.identifier.urihttp://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/14229por
dc.descriptionSabe-se que alterações no sistema reprodutivo e na fase de desenvolvimento animal podem ter impactos na sobrevivência da prole. Uma vez que os agrotóxicos são geralmente mais tóxicos em animais imaturos do que em adultos, o presente trabalho visou estudar alguns parâmetros a serem utilizados na medida de bioindicadores de exposição (dose interna) e que possam ser utilizados como mecanismo de previsão dos efeitos destes produtos em doses que aparentemente não causam danos. Para tanto foram avaliadas fêmeas expostas a 10 e 20 mg Kg ?1 de metalaxil v.o. durante os dias 7, 11 e 15 da prenhez. As ratas tiveram coletadas amostras de urina diariamente após o primeiro dia da exposição até o dia 19 do período gestacional. Elas também tiveram seu ganho de peso medido até o dia 20 da prenhez. Não foram encontradas alterações quanto ao ganho de peso. Os aumentos da quantidade excretada de metalaxil da maior dose, no dia seguinte a cada administração, foram respectivamente de 2,96; 5,22 e 19,84 vezes maior que na menor dose. O estabelecimento de indicadores de dose interna que quantifique o metalaxil e/ ou seus metabólitos no organismo podem auxiliar na avaliação dos efeitos decorrentes da exposição perinatal a agrotóxicos.por
dc.description.uribitstream/CNPMA/5375/1/boletim_27.pdfpor
dc.languagept_BRpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherJaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2004.por
dc.relation.ispartofEmbrapa Meio Ambiente - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)por
dc.relation.ispartofseries(Embrapa Meio Ambiente. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 27).por
dc.rightsopenAccesspor
dc.titleBiomonitoramento de fungicida na urina de ratas prenhas: estudo do metalaxil.por
dc.typeBoletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)por
dc.date.updated2016-07-12T11:11:11Zpor
dc.subject.thesagroFungicidapor
dc.subject.thesagroToxicologia.por
dc.format.extent221 p.por
dc.ainfo.id14229por
dc.ainfo.lastupdate2016-07-12por
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
boletim27.pdf235,43 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace