Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1136119
Title: Boas práticas agrícolas: manejo fitossanitário na região de Cocos-BA: ensaios de fitossanidade Fazenda Trijunção.
Authors: SILVA, A. F. da
MENDES, S. M.
OLIVEIRA, I. R. de
SANTOS, F. C. dos
BARBOSA, T. A.
PINTO, C. F.
Affiliation: ALEXANDRE FERREIRA DA SILVA, CNPMS; SIMONE MARTINS MENDES, CNPMS; IVENIO RUBENS DE OLIVEIRA, CNPMS; FLAVIA CRISTINA DOS SANTOS, CNPMS; TOMAZ ANDRADE BARBOSA, Fazenda Trijunção; CAROLINE FERREIRA PINTO, Bolsista projeto Trijunção.
Date Issued: 2021
Citation: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2021.
Pages: 21 p.
Description: A adoção de boas práticas agrícolas (BPA) tem por princípio nortear a produção de alimento de maneira mais sustentável. O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto da utilização de BPA, sobretudo de fitossanidade, no manejo da cultura do sorgo forrageiro. O ensaio foi conduzido em condição de campo, no município de Cocos-BA, durante a safra 2019/2020. O experimento foi instalado em uma área contínua de 3 ha. Após a emergência do sorgo, quando as plantas apresentavam quatro folhas expandidas, a área foi dividida em três faixas de 1 ha. Cada área recebeu um tratamento distinto: 1ª) Manejo Integrado de Pragas, na qual foram adotadas BPA em todas as recomendações de fitossanidade. 2ª) Convencional, baseada nas recomendações de controle utilizadas na fazenda. 3ª) Testemunha, não sendo adotada nenhuma medida de controle de pragas. A definição do uso de defensivos para o controle de insetos-pragas foi realizada através de notas de injúrias semanalmente. A determinação do uso de herbicidas foi realizada mediante visita técnica na área para aferição do nível de infestação e composição da comunidade infestante. O nível de injúria, ocasionado pela lagarta-do-cartucho, de maneira geral, foi semelhante entre os tratamentos. Na área do MIP foram realizadas apenas duas aplicações, uma com bioinseticida e outra com inseticida químico. No manejo convencional foram realizadas seis aplicações, com oito inseticidas químicos diferentes. Para o controle de plantas daninhas na área do MIP não foi realizada nenhuma aplicação de herbicida na pós-emergência da cultura. No manejo convencional foi realizada uma aplicação. Não houve diferença entre os tratamentos para a produtividade de matéria seca. No entanto, o MIP apresentou maior produtividade de matéria verde fresca. Desta forma, conclui-se que a adoção das BPA proporciona menor uso com pesticidas além de manter a produtividade da cultura.
Thesagro: Praga de Planta
Manejo
Sorgo
Sorgo Forrageiro
Defesa Vegetal
Keywords: Monitoramento
Series/Report no.: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 237).
Language: Portugues
Type of Material: Folhetos
Access: openAccess
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BOL-237-Manejo-fitossanitario-Cocos-BA.pdf939,63 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace