Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1101940
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agroindústria Tropical - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2018
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: PEREIRA, R. de C. A.
CANUTO, K. M.
SOUZA, A. S. de Q.
PAIVA, J. R. de
ALMEIDA, F. das C. S.
ZOCOLO, G. J.
BRITO, E. S. de
Additional Information: RITA DE CASSIA ALVES PEREIRA, CNPAT; KIRLEY MARQUES CANUTO, CNPAT; Ana Sheila de Queiroz Souza, Universidade Federal do Ceará; José Regis de Paiva, Universidade Federal do Ceará; Francisco das Chagas Silva Almeida, Universidade Federal do Ceará; GUILHERME JULIAO ZOCOLO, CNPAT; EDY SOUSA DE BRITO, CNPAT.
Title: Produção de fitomassa e teor de alcaloides em bulbos de açucena (Hippeastrum elegans (Spreng.) H. E. Moore).
Publisher: Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2018.
Pages: 21 p.
Series/Report no.: (Embrapa Agroindústria Tropical. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 181).
Language: pt_BR
Keywords: Galantamina
Description: A açucena (Hippeastrum elegans) é encontrada em áreas de cerrado e caatinga e revelou-se uma fonte promissora de alcaloides bioativos. Porém, informações sobre o seu ciclo de crescimento ainda são restritas. Este trabalho objetiva avaliar a produção de fitomassa e rendimento de alcaloides totais de açucena (H. legans) e definir a melhor época de colheita dos bulbos. O delineamento experimental foi blocos ao acaso com seis tratamentos e cinco repetições. As coletas foram realizadas em intervalo de 60 dias durante 16 meses. A massa fresca total dos bulbos ao final do ciclo foi em média de 684,80 g. Em relação ao teor de alcaloides totais de açucena, verificou-se aumento contínuo no período de 150 (DAP) até 330 (DAP), quando o teor máximo 17,14 mg de alcaloides foi registrado. Nesta época (300 DAP)as plantas se encontravam no estágio de floração, e a partir dessa época o teor de alcaloides totais decresceu linearmente. A presença do alcaloide galantamina nas frações alcalóidicas foi confirmada, e foram identificados outros cinco alcaloides comuns a todas as épocas de colheita. O alto teor de alcaloides totais, atrelado à grande fitomassa dos bulbos, torna essa espécie uma fonte promissora de compostos bioativos para o cultivo comercial.
Thesagro: Época de Colheita
NAL Thesaurus: Amaryllis
Bioactive compounds
Data Documento: 2018-12-18
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPAT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BPD18029.pdf614,88 kBAdobe PDFView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace