Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1099424
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 14-Nov-2018
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: CARVALHO, N.
CANELA, F. M.
FERREIRA, M. A.
OLIVEIRA, V. R.
SANTOS, M. F.
SOUZA, N. O. S.
BUSO, G. S. C.
Informaçães Adicionais: Nayara Carvalho, Engenheira Agrônoma, doutora, bolsista da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia; Felipe Montalvão Canela, Agrônomo, bolsista da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia; MARCO ANTONIO FERREIRA, Cenargen; VALTER RODRIGUES OLIVEIRA, CNPH; MATEUS FIGUEIREDO SANTOS, CNPGC; Nara Oliveira Silva Souza, Engenheira Agrônoma, doutora, professora da UnB; GLAUCIA SALLES CORTOPASSI BUSO, Cenargen.
Título: Análise da variabilidade genética de linhagens de melão do tipo pele de sapo utilizando marcadores SSR e ISSR.
Fonte/Imprenta: Brasília, DF: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 2018.
Páginas: 19
Série: (Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 317)
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Cucumis melo L
Marcadores moleculares
Conteúdo: Nas últimas duas décadas, o agronegócio do melão no Brasil teve um crescimento de mais de 800%. Dentro deste mercado, a variedade tipo pele de sapo representa, atualmente, de 15% a 18% da área plantada. Estudos de variabilidade genética que utilizam marcadores moleculares auxiliam programas de melhoramento, possibilitando a seleção de linhagens parentais para a obtenção de populações com efeitos heteróticos significativos e híbridos superiores. Com esse objetivo, 58 linhagens de melão do tipo pele de sapo foram analisadas utilizando-se marcadores SSR e ISSR. A separação dos fragmentos SSR foi realizada por meio de eletroforese vertical em gel de poliacrilamida 5% e coloração com nitrato de prata e a dos fragmentos ISSRs, em eletroforese horizontal em gel de agarose 1,5% corado com brometo de etídeo. Os marcadores SSR amplificaram um total de 45 alelos para os 58 genótipos, enquanto que os marcadores ISSR amplificaram 74 bandas polimórficas. Os dendrogramas gerados por ambos os marcadores (SSR e ISSR) apresentaram resultados satisfatórios, permitindo-se sugerir maior heterose pelo cruzamento entre linhagens dos principais grupos divergentes, e a utilização das linhagens 43, 1 e 25, provavelmente, aumentará a variabilidade alélica no programa de melhoramento de eloeiro da Embrapa.
Thesagro: Melhoramento Vegetal
Ano de Publicação: 2018
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CENARGEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Boletimmelaopeledesapo3.pdf1,58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace