Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1063390
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2016
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: PALHARES, P. L. S.
LOPES, S. da S.
LANA, U. G. de P.
ALVES, M. de C.
MAGALHAES, J. V.
GUIMARAES, C. T.
CARNEIRO, A. A.
SOUSA, S. M. de
Additional Information: Patrícia Lages Silva Palhares, Estagiária; Simara da Silva Lopes, Bolsista; UBIRACI GOMES DE PAULA LANA, CNPMS; MEIRE DE CASSIA ALVES, CNPMS; JURANDIR VIEIRA DE MAGALHAES, CNPMS; CLAUDIA TEIXEIRA GUIMARAES, CNPMS; ANDREA ALMEIDA CARNEIRO, CNPMS; SYLVIA MORAIS DE SOUSA TINOCO, CNPMS.
Title: Superexpressão do gene Phosphorus Starvation Tolerance1 de arroz (OsPSTOL1) em tabaco.
Publisher: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2016.
Pages: 33 p.
Series/Report no.: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 143).
Language: pt_BR
Keywords: Eficiência.
Description: O fósforo (P) é um dos macronutrientes mais limitantes às culturas nos solos brasileiros e com menor eficiência de uso pelas plantas. Nos solos tropicais, a adubação fosfatada é realizada pela adição de altas doses de fosfatos solúveis, uma vez que a maior parte do fósforo adicionado se torna indisponível por causa do processo de fixação, aumentando significativamente os custos de produção. Adicionalmente, esse nutriente não é renovável. Plantas eficientes no uso de P podem aumentar a produtividade nos países tropicais, onde o P está frequentemente indisponível, e levar a redução da quantidade aplicada de adubos nos países desenvolvidos. Um dos QTLs (locos que controlam a expressão de caracteres quantitativos) de efeito maior da tolerância a deficiência de P, Pup1, foi identificado, mas o gene responsável permaneceu desconhecido até que o loco foi sequenciado, mostrando a presença do gene, PHOSPHORUS-STARVATION TOLERANCE 1 (PSTOL1) na variedade tradicional de arroz Kasalath (eficiente a P). OsPSTOL1 é uma proteína quinase que quando se superexpressa aumenta a superfície radicular, a aquisição de P e a produtividade de arroz sob baixo P. Com o objetivo de verificar a função do OsPSTOL1 de arroz em dicotiledôneas o gene foi clonado abaixo do promotor da ubiquitina no vetor pMCG1005, tendo o gene BAR como marcador de seleção. As plantas de tabaco (Nicotiana tabacum L. cv. Petit Havana) foram geneticamente transformadas via Agrobacterium tumefaciens cepa EHA101 e regeneradas dos calos selecionados em meio de enraizamento e parte aérea suplementados com 100 mg/ml de Tioxin e 1 mg/L de Fosfinotricina. Os fragmentos do gene BAR (~400 pb) e do gene OsPSTOLl1 (~700 pb) foram amplificados por PCR confirmando a integração de ambos os genes nas plantas transformadas. Diversas plantas apresentaram uma cópia do transgene e aquelas que também tiveram expressão gênica significativa foram selecionadas para os experimentos sob baixo P em condições controladas. A superexpressão do gene OsPstol1 aumentou significantemente o crescimento vegetativo e a aérea de superfície sob baixo P, indicando que esse gene age em tabaco de maneira similar ao que ocorre em arroz.
Thesagro: Genética
Fumo
Fósforo
Sistema radicular
Raiz
Nicotiana Tabacum.
Data Documento: 2017-02-09
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bol143.pdf1,77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace