Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1049770
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Pantanal - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2016
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: SILVA, A. P. S.
BERGIER, I.
ABREU, U. G. P. de
NOGUEIRA, E.
OLIVEIRA, L. O. F. de
URBANETZ, C.
SILVA, J. C. B.
SILVA JUNIOR, C.
Additional Information: ANA PAULA SOUZA SILVA, Bolsista DTI-C do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Corumbá, MS; IVAN BERGIER TAVARES DE LIMA, CPAP; URBANO GOMES PINTO DE ABREU, CPAP; ERIKLIS NOGUEIRA, CPAP; LUIZ ORCIRIO FIALHO DE OLIVEIRA, CPAP; CATIA URBANETZ, CPAP; JULIANA CORREA BORGES SILVA, CPAP; CÉLIO SILVA JUNIOR, Fazenda Real – Filial São Bento, Miranda, MS.
Title: Metodologia espaço-temporal aplicada ao mapeamento de paisagens em fazendas de gado de corte no Pantanal.
Publisher: Corumbá: Embrapa Pantanal, 2016.
Pages: 20 p.
Series/Report no.: (Embrapa Pantanal. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 129).
Language: pt_BR
Keywords: Dinâmica espaço temporal
Gestão de paisagens
Cadastro ambiental rural
Área de uso restrito ou compartilhado
Spatio-temporal dynamics
Rural environmental register
Land sparing or sharing.
Description: Este trabalho apresenta uma metodologia simples e bem conhecida de mapeamento espaço-temporal aplicada a paisagens de fazendas de produção de gado de corte no Pantanal. A área foco de estudo, a Fazenda São Bento, localizada na sub-região do Abobral, Estrada Parque, totaliza 9,2 mil hectares. Utilizou-se dados do satélite Landsat-5 de 1985 a 2011, entre junho e setembro, sendo selecionadas imagens livres de nuvens das bandas espectrais 3, 4 e 5 para o processamento digital e a classificação das paisagens da fazenda. As imagens foram inicialmente retificadas geométrica e radiometricamente, e a posteriori foi feita uma análise estatística por componentes principais. A identificação e a quantificação em área das paisagens da fazenda foram obtidas por segmentação, seguida de classificação supervisionada (Bhattacharya) da combinação do primeiro componente principal (informação espaço-temporal útil) de cada banda espectral. Esta etapa e o mapeamento de classes foram realizados no Sistema de Processamento de Informações Geográficas (SPRING) do INPE. Foram mapeadas oito categorias de paisagem de acordo com a dinâmica espaço-temporal de cheias interanuais: campo inundável (32,2%), campo não inundável (24%), planície de inundação fluvial (16,2%), mata de capão ou mata ciliar (9,9%), macrófitas aquáticas (6,3%), zona úmida (6,5%), estradas (3,4%) e água livre (1,4%). O mapeamento das paisagens de fazendas pantaneiras por esta técnica simples e de imediata aplicação de processamento digital de imagens permite melhor orientar o uso da terra para a produção de gado, bem como otimizar pesquisas de campo para a coleta de dados ambientais visando ganhos de competitividade e sustentabilidade. Permite ainda corroborar com a definição de critérios de permissão de uso da terra, contribuindo para adequar o Código Florestal Brasileiro à realidade das fazendas do Pantanal.
NAL Thesaurus: landscape management.
Data Documento: 2016-07-28
ISSN: 1981-7215
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BP129.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace