Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1037813
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMANTOVANI, E. C.pt_BR
dc.contributor.authorVISCONTI, C. E. de C.pt_BR
dc.contributor.authorSEKI, A. S.pt_BR
dc.contributor.authorOLIVEIRA, N. A. dept_BR
dc.contributor.authorBALESTRIN, L. W. A.pt_BR
dc.contributor.authorMAY, A.pt_BR
dc.contributor.authorPARRELLA, R. A. da C.pt_BR
dc.contributor.otherEVANDRO CHARTUNI MANTOVANI, CNPMS; CARLOS EDUARDO DE C. VISCONTI, Bolsista; André Satoshi Seki, CNH Industrial; NELSON AMADO DE OLIVEIRA, Energias Renováveis do Brasil - ERB; Luiz Wanderley Antônio Balestrin, Empresa SEGULA Technologies; ANDRE MAY, CNPMS; RAFAEL AUGUSTO DA COSTA PARRELLA, CNPMS.pt_BR
dc.date.accessioned2016-02-19T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2016-02-19T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2016-02-19pt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.other26909pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1037813pt_BR
dc.descriptionA oportunidade de utilização do sorgo biomassa como fonte para cogeração de energia nas usinas de cana-de-açúcar, durante o período de descanso desta cultura, permitiu à Embrapa Milho e Sorgo estabelecer um trabalho integrado com a indústria de máquinas para viabilizar a produção extensiva, principalmente na colheita mecânica, com a empresa Case New Holland, de Sorocaba-SP. Este trabalho foi muito importante para resolver um dos gargalos do sistema de produção do sorgo, que vinha utilizando as colhedoras de cana-de-açúcar, com modificações no arranjo das linhas de plantio, e com baixo rendimento. A possibilidade de utilização de uma forrageira, com alta capacidade operacional, entre 140 e 160 t/ha, com o arranjo de plantas normal, sem modificações, indicava ser um grande potencial para testes com o híbrido BRS 716, que vem demonstrando excelentes produtividades de massa verde, entre 120 e 150 t/ha, em um curto período de 150 a 180 dias. Este trabalho apresenta resultados inéditos no mundo, por sermos pioneiros com a cultura do sorgo biomassa, e teve a participação da Usina Santa Vitória, em Santa Vitória-MG, da empresa Energias Renováveis do Brasil - ERB; e da Usina Rio Vermelho, em Dracena-SP, que plantaram grandes áreas para testes dos sistemas de produção, além da Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna, SP, com uma área de testes, de 5 ha.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/144058/1/doc-195.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherSete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2015.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Milho e Sorgo - Documentos (INFOTECA-E)pt_BR
dc.relation.ispartofseries(Embrapa Milho e Sorgo. Documentos, 195).pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.titleAvaliação de uma forrageira para a colheita mecânica do sorgo biomassa.pt_BR
dc.typeDocumentos (INFOTECA-E)pt_BR
dc.date.updated2019-02-27T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroMecanizaçãopt_BR
dc.subject.thesagroSorgo forrageiropt_BR
dc.subject.thesagroColheitapt_BR
dc.subject.thesagroProduçãopt_BR
dc.subject.nalthesaurusMechanizationpt_BR
dc.subject.nalthesaurusForagept_BR
dc.format.extent261 p.pt_BR
dc.ainfo.id1037813pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2019-02-27 -03:00:00pt_BR
Appears in Collections:Série Documentos (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
doc195.pdf4,36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace