Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1037393
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Documentos (INFOTECA-E)
Date Issued: 2015
Type of Material: Documentos (INFOTECA-E)
Authors: LANDAU, E. C.
HIRSCH, A.
GUIMARAES, D. P.
MOURA, L.
SANTOS, A. H. dos
NERY, R. N.
Additional Information: ELENA CHARLOTTE LANDAU, CNPMS; ANDRE HIRSCH, UFSJ; DANIEL PEREIRA GUIMARAES, CNPMS; LARISSA MOURA, Bolsista; ANDERSON HENRIQUE DOS SANTOS, Estagiário; RICARDO NUNES NERY, Estagiário.
Title: Variação geográfica da produção de grãos e principais culturas agrícolas no Brasil em 2013.
Publisher: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2015.
Pages: 143 p.
Series/Report no.: (Embrapa Milho e Sorgo. Documentos, 182).
Language: pt_BR
Keywords: Mapeamento
Description: A produção de grãos tem sido considerada um indicador da produção agrícola no Brasil. Do ponto de vista agronômico, os grãos verdadeiros incluem os cereais, as sementes de plantas da família das gramíneas (como arroz, aveia, centeio, cevada, milho, sorgo e trigo), e outras espécies cultivadas principalmente para a produção de amido e como fonte de energia. No Brasil, frequentemente são incluídos como grãos também as sementes de oleaginosas, como amendoim, soja, mamona e algodão (pelo seu caroço), bem como o feijão, outro grão da família das leguminosas. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), corretamente, não emprega a denominação de grãos para esse conjunto de produtos, separando-os em: ?produtos das lavouras de cereais (arroz, aveia, centeio, cevada, milho, sorgo, trigo e triticale), leguminosas (feijão) e oleaginosas (amendoim, caroço de algodão, girassol, linho, mamona e soja)? (TSUNECHIRO, 2005).Trata-se de produtos estratégicos para a segurança alimentar, sendo utilizados para a nutrição humana e alimentação animal, tanto em nível nacional quanto para exportação. Alguns destes produtos também são utilizados para a extração de bioetanol e outros usos. Além dessas culturas, outras como a cana-deaçúcar, o café e o cacau historicamente têm sido e continuam sendo economicamente relevantes no âmbito da produção agrícola nacional ou regional. A produção destes produtos agrícolas apresenta variação geográfica considerável. A distribuição geográfica dos plantios é muito heterogênea no Brasil, havendo regiões em que predomina o plantio de umas culturas, e regiões onde fica concentrado o cultivo de outras. A produção obtida nas áreas em que é plantada uma determinada cultura também varia consideravelmente no país, estando diretamente relacionada com a produtividade alcançada. A produtividade, ou quantidade produzida por unidade de área (kg/ha, em sacas/ha e toneladas/ha), por sua vez, está em grande parte relacionada com características climáticas, pedológicas, históricas, culturais da população local, de acesso a tecnologia e assistência técnica, do manejo adotado, da infraestrutura viária (rodoviária/ferroviária/hidroviária) existente para o escoamento da produção, e incentivos econômicos dados pela relação custobenefício. O material genético considerado, as características de manejo e a susceptibilidade e incidência de patógenos e pragas sobre cada cultura e material genético plantado ao longo do desenvolvimento do plantio influenciam diretamente a quantidade produzida. O valor da produção, que é refletida pelo preço médio de cada produto, também apresenta variações geográficas, relacionadasprincipalmente com a relação oferta-procura do mercado na época em que a produção é ofertada, e custo/infraestrutura de escoamento dos produtos. Além das variações geográficas, também são verificadas variações temporais, ao longo do ano e entre anos, relacionadas com o surgimento de novas técnicas de plantio ou materiais genéticos de cada cultura, e incentivos econômicos, técnicos e/ou culturais para o plantio de culturas em regiões ou áreas em que anteriormente predominava o plantio de outras culturas. Dada a dinâmica espaço-temporal da produção de culturas agrícolas no Brasil, este trabalho tem por objetivo atualizar o mapeamento e identificar padrões de variação geográfica da produção, da produtividade e do valor da produção das principais culturas agrícolas do Brasil, podendo subsidiar estratégias futuras de planejamento regionais e/ou nacionais, incluindo a definição de políticas públicas por parte dos governos federal, estadual e municipal quanto à infraestrutura, logística e análise de viabilidade de projetos de desenvolvimento regional e setorial, bem como a definição de locais visando o estabelecimento de estratégias de vigilância sanitária, rastreabilidade, avaliação de risco geográfico de doenças e estudos de dinâmica do setor agropecuário.
Thesagro: Grão
Mapa
Distribuição geográfica
Produtividade
Data Documento: 2016-02-17
Appears in Collections:Série Documentos (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
doc182.pdf49,58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace