Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1015828
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Territorial - Documentos (INFOTECA-E)
Date Issued: 2014
Type of Material: Documentos (INFOTECA-E)
Authors: RONQUIM, C. C.
IMATOMI, M.
LIMA, M. I. S.
LESSI, B. F.
OLÍMPIO, J. M.
DINIZ, M. M.
TORRESAN, F. E.
Additional Information: CARLOS CESAR RONQUIM, CNPM; MARISTELA IMATOMI, UFSCAR; MARIA INÊS SALGUEIRO LIMA, UFSCAR; BRUNO FLÓRIO LESSI, UFSCAR; JOÃO MACHADO OLÍMPIO, INTERNATIONAL PAPER DO BRASIL; MIGUEL MAGELA DINIZ, INTERNATIONAL PAPER DO BRASIL; FABIO ENRIQUE TORRESAN, CNPM.
Title: Regeneração de espécies florestais nativas após colheita de reflorestamento de eucalipto.
Publisher: Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2014.
Pages: 27 p.
Series/Report no.: (Embrapa Monitoramento por Satélite. Documentos, 109).
Language: pt_BR
Keywords: Fertilização do solo
Sub-bosque.
Description: O objetivo deste estudo foi avaliar a influência de diferentes tipos de manejo na regeneração e no desenvolvimento de espécies nativas arbustivas e arbóreas em área aberta após o corte de Eucalyptus urograndis. Avaliar a eficácia de diferentes metodologias para recomposição florestal é importante, pois contribui para a minimização de custos e maximização da sustentabilidade ambiental. O estudo foi feito em uma área pertencente à empresa International Paper, no Município de Brotas, SP. A área de estudo foi investigada antes da colheita, por meio da análise do banco de sementes no solo e da diversidade de espécies nativas jovens que se desenvolvem no sub-bosque do reflorestamento. Após a retirada das árvores adultas de E. urograndis, foi avaliada a influência da fertilização química e do controle químico herbáceo na área aberta. Emergiram das amostras do banco de sementes do sub-bosque 31 espécies, totalizando 520 indivíduos, das quais apenas 5 eram espécies arbóreas nativas. Com relação à diversidade das espécies nativas arbustivas e arbóreas, o levantamento feito no sub-bosque resultou em 51 espécies e, na área aberta, em 97, com 23 espécies comuns a ambas as áreas. Os resultados demonstram que as espécies herbáceas predominaram no banco de sementes, o qual não contribuiu para a formação florestal nem do sub-bosque nem da área aberta. Nas avaliações na área aberta, por um período de quatro anos, o número de espécies permaneceu o mesmo e o número de indivíduos totais diminuiu de 634 para 289 desde o primeiro levantamento. O número de indivíduos e a diversidade de espécies das parcelas tratadas não diferiram significativamente das parcelas sem nenhum tratamento.
Thesagro: Cerrado
Regeneração Natural.
Data Documento: 2015-05-20
ISSN: 0103-78110
Appears in Collections:Série Documentos (CNPM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
4509.pdf7,78 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace