Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1010115
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2018
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: BARROS, A. H. C.
OLIVEIRA NETO, M. B. de
MARQUES, F. A.
SILVA, A. B. da
AMARAL, A. J. do
GOMES, E. C.
ARAUJO FILHO, J. C. de
SANTOS, J. C. P. dos
SILVEIRA, H. L. F. da
SILVA, D. F. da
Additional Information: ALEXANDRE HUGO CEZAR BARROS, CNPS; MANOEL BATISTA DE OLIVEIRA NETO, CNPS; FLAVIO ADRIANO MARQUES, CNPS; ADEMAR BARROS DA SILVA, CNPS; ANDRE JULIO DO AMARAL, CNPS; ELMO CLARK GOMES, CONSULTOR DA EMBRAPA SOLOS; JOSE COELHO DE ARAUJO FILHO, CNPS; JOSE CARLOS PEREIRA DOS SANTOS, CNPS; HILTON LUIS FERRAZ DA SILVEIRA, CNPS; DAVI FERREIRA DA SILVA, CNPS.
Title: Potencial pedoclimático do Estado de Alagoas para a cultura da mamona (Ricinus communis L.).
Publisher: Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2018.
Pages: 82 p.
Series/Report no.: (Embrapa Solos. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 249).
Language: pt_BR
Description: O potencial pedoclimático de ambientes para culturas agrícolas depende da natureza dos solos, da sua relação com a paisagem, do clima e das exigências das culturas. O objetivo deste estudo foi avaliar o potencial pedoclimático do Estado de Alagoas para a cultura da mamona (Ricinus communis L.). Na obtenção do potencial pedoclimático, as informações relacionadas com o potencial dos solos foram obtidas considerando dois níveis tecnológicos para o manejo das terras e das culturas (média tecnologia ou Manejo B e alta tecnologia ou Manejo C). No que se refere à aptidão climática as informações foram obtidas considerando três cenários pluviométricos: anos chuvosos, anos regulares e anos secos. O cruzamento das informações foi realizado por meio de técnicas de geoprocessamento com o auxílio do software ArcGis, obtendo-se os mapas do potencial pedoclimático. Os resultados das interpretações foram organizados em quatro classes de potencial pedoclimático: Preferencial, Médio, Baixo e Muito Baixo. A localização geográfica e as áreas de abrangência de cada classe de potencial encontramse disponibilizadas na forma de mapas e tabelas. Os resultados indicam que a extensão territorial das classes de potencial pedoclimático apresenta variações importantes em função do nível de manejo adotado e do cenário pluviométrico considerado. Em geral, as áreas com potencial pedoclimático preferencial estão localizadas nas mesorregiões do Agreste e do Leste Alagoanos onde as condições de solo e de clima são mais favoráveis para os cultivos agrícolas. Essas áreas se destacam quando se considera o manejo com alta tecnologia (Manejo C). Os ambientes com potencial pedoclimático médio têm ocorrência dispersa nas diferentes regiões do estado, com áreas expressivas quando se considera o manejo com média tecnologia (Manejo B). As áreas que apresentam potenciais pedoclimáticos Baixo e Muito Baixo localizam-se, em sua maior parte, na região oeste do estado, sobretudo no Sertão, onde as limitações de solo e de clima são mais intensas. Os referidos potenciais também ocorrem na zona úmida costeira, principalmente nos ambientes onde o relevo impõe fortes restrições de uso e manejo do solo e da cultura, independentemente do nível de manejo considerado.
Thesagro: Zoneamento climático
Zoneamento agrícola
Aptidão climática
Mamona
Produção vegetal
NAL Thesaurus: Zoning
Climate
Castor beans
Planning
Land use
Data Documento: 2015-02-27
ISSN: 1678-0892
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNPSBPD2492018.pdf53,39 MBAdobe PDFView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace