Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1007539
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Issue Date: 2014
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: SILVA, D. D. da
COTA, L. V.
MAY, A.
COSTA, R. V. da
PARREIRA, D. F.
LANZA, F. E.
Additional Information: DAGMA DIONISIA DA SILVA, CNPMS; LUCIANO VIANA COTA, CNPMS; ANDRE MAY, CNPMS; RODRIGO VERAS DA COSTA, CNPMS; DOUGLAS FERREIRA PARREIRA, BOLSISTA; FABRICIO EUSTAQUIO LANZA, BOLSISTA.
Title: Eficiência de fungicidas no controle químico químico de doenças em sorgo sacarino.
Publisher: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2014.
Pages: 27 p.
Series/Report no.: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 103).
Language: pt_BR
Description: A antracnose e a helmintosporiose são doenças importantes em sorgo e podem afetar a produção de etanol pelo sorgo sacarino por causa da redução na massa verde, na qualidade e quantidade do caldo e teor de açúcares totais, °Brix. A busca por alternativas para seu controle é essencial para garantir o rendimento do etanol produzido. O controle químico está entre as estratégias mais eficientes para o controle de doenças e pode ser utilizado no manejo integrado, no entanto, pouco se sabe sobre seu uso para o sorgo sacarino. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de fungicidas para controle da helmintosporiose e da antracnose e seu efeito na qualidade e quantidade do caldo produzido. Para tanto, a cultivar CMSXS 633 foi plantada em dois experimentos no ano de 2013 e pulverizada com dez fungicidas, com nove princípios ativos, puros ou em mistura. No primeiro experimento foram realizadas uma ou duas aplicações aos 40 e/ou 55 dias após o plantio (DAP) e no segundo, as aplicações foram realizadas aos 70 e/ou 90 DAP. Aos 56 DAP, a severidade foi avaliada e aos 120 DAP as plantas foram colhidas e o °Brix, o volume de caldo no colmo, VCC (L/ha) e o peso de massa verde total PMV (t/ha) foram analisados. Os dados de severidade, °Brix, VCC e PMV foram submetidos à analise de variância, as médias comparadas e obtida a correlação entre os caracteres doenças e °Brix. Fungicidas dos grupos triazóis e estrobilurinas aplicados aos 40 DAP foram os mais eficientes na redução da helmintosporiose. Os fungicidas mais eficientes para controle da antracnose foram o Tebuconazol, Epoxiconazol + Piraclostobin, Piraclostrobin, Azoxistrobin, Trifloxistrobin + ciproconazol e Carbendazin aplicados em duas vezes, a primeira aos 70 e a segunda aos 90 DAP. No caso do °Brix, os fungicidas que apresentaram melhor eficiência no controle das duas doenças também favoreceram a produção de açúcares, com exceção do Carbendazin. Em relação a época, o maior teor de Brix° foi observado nas aplicações aos 55 e 70 DAP no primeiro e segundo experimento, respectivamente. Houve correlação entre a incidência da helmintospporiose e da antracnose com a redução do °Brix. Para as variáveis PMV e VCC não houve efeito dos fungicidas nem de suas interações
Thesagro: Fungicida
Doença de planta
Sorghum bicolor
Helmintosporiose
Antracnose
Year: 2015-02-03
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bol103.pdf2,73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace