Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/944833
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2012
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: SINSKI, I.
BOSCO, D. D.
QUECINI, V.
Additional Information: IRACI SINSKI, CNPUV; DANIELA DAL BOSCO, CNPUV; VERA MARIA QUECINI, CNPUV.
Title: Resíduo de ácido 2,4-diclorofenóxi-acético em vidrarias de cultura de tecidos: efeitos sobre o cultivo de plantas in vitro e desenvolvimento de um protocolo para descontaminação.
Publisher: Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho, 2012.
Pages: 22 p.
Series/Report no.: (Embrapa Uva e Vinho. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 17)
Language: pt_BR
Description: Os estudos de desenvolvimento vegetal e o emprego de metodologias para a engenharia genética frequentemente requerem a indução de células somáticas quiescentes à recuperação de seu potencial embriogênico pela aplicação de análogos sintéticos do hormônio vegetal auxina. Devido aos efeitos severos que os análogos de hormônios causam sobre o crescimento e desenvolvimento das plantas, esses compostos têm sido empregados como herbicidas na agricultura. As aplicações em larga escala desses compostos demonstraram seu potencial deletério como contaminante da água e do solo, estando associados ao aumento na frequência de tumores malignos em seres humanos. Os efeitos da contaminação de vidrarias de laboratório de cultura de tecidos por resíduos de ácido 2,4-diclorofenóxi-acético (2,4-D) sobre o desenvolvimento de três espécies vegetais foram investigados. A presença de resíduos de 2,4-D reduziu severamente a germinação de sementes, estabelecimento de plântulas e desenvolvimento da parte aérea e radicular das espécies vegetais testadas: Arabidopsis thaliana, Petunia x hybrida e Solanum lycopersicum. Com base nas recomendações internacionais para o gerenciamento de resíduos de herbicidas do grupo clorofenóxi, foi desenvolvido um protocolo simples e executável para a descontaminação de plásticos e vidrarias de laboratório. A eficiência do protocolo de descontaminação foi avaliada por análises in vivo do crescimento e desenvolvimento vegetal em meio de cultura livre de reguladores de crescimento em recipientes contaminados, descontaminados e novos. Os parâmetros investigados de desenvolvimento de plantas cultivadas em recipientes descontaminados foram semelhantes àqueles observados para plantas crescidas em vidraria nova, indicando redução significativa da contaminação.
Thesagro: Laboratório
Método
Contaminação
Herbicida
Auxina
Data Documento: 2013-01-11
ISSN: 1981-1004
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bop017.pdf5,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace