Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/855546
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Solos - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 18-Jun-2010
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: COELHO, M. R.
FIDALGO, E. C. C.
ARAUJO, F. de O.
SANTOS, H. G. dos
MENDONÇA-SANTOS, M. de L.
PEREZ, D. V.
MOREIRA, F. M. de S.
Informaçães Adicionais: MAURICIO RIZZATO COELHO, CNPS; ELAINE CRISTINA CARDOSO FIDALGO, CNPS; FABIANO DE OLIVEIRA ARAUJO, CNPS; HUMBERTO GONCALVES DOS SANTOS, CNPS; MARIA DE LOURDES M SANTOS BREFIN, CNPS; DANIEL VIDAL PEREZ, CNPS; FATIMA MARIA DE SOUZA MOREIRA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS.
Título: Levantamento pedológico de uma área-piloto relacionada ao Projeto BiosBrasil (Conservation and Sustainable Management of Below-Ground Biodiversity: Phase I), Município de Benjamin Constant (AM): janela 6.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2005.
Páginas: 91 p.
Série: (Embrapa Solos. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 68).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Amazonas
Formação Solimões
Relação solo-paisagem
Alto alumínio extraível
Cambissolos alumínicos
Gleissolos
Conteúdo: Um pré-requisito decisivo para a seleção e implantação de áreas de pesquisa é o conhecimento preciso da distribuição dos solos na paisagem e de suas propriedades. Isso só é obtido com um levantamento pedológico. O presente trabalho é um relato dos solos identificados no levantamento pedológico de uma área-piloto denominada de Janela 6. É parte integrante de um projeto maior, cujo objetivo é melhorar a percepção, o conhecimento e o entendimento da biodiversidade dos solos da Amazônia. Abrangendo aproximadamente 9,3 hectares, a Janela 6 situase no município de Benjamin Constant, localizada a noroeste do Estado do Amazonas, entre as coordenadas geográficas (UTM) 9.514.396 e 9.514.076 m de latitude sul e 386.922 e 387.327 m de longitude oeste. Está inserida no compartimento geológico da Formação Solimões, caracterizada por sedimentos flúviolacustres de idade terciária (argilitos vermelhos e cinzas, siltitos e arenitos, com camadas de conchas e de linhito). O relevo varia de plano, nos topos de morrotes curtos e alongados, e nas planícies aluviais, a suave ondulado e forte ondulado, nas demais posições da paisagem. O tipo climático predominante é Af, segundo a classificação de Köppen, com temperatura e pluviosidade médias anuais de, respectivamente, 25,7ºC e 2.562 mm. Os Cambissolos e Gleissolos são as classes de solos detalhadamente descritas e mapeadas na área. As variações de relevo, drenagem interna do perfil, classe textural e associação com os Gleissolos permitiram separar os Cambissolos da área em seis unidades de mapeamento, as quais se distribuem por aproximadamente 95% de toda a Janela 6. Em comum, esses Cambissolos manifestam elevados e anormais teores de alumínio extraível, com valores que variam de 1,4 a 9,6 cmolc/kg de solo em superfície e de 4,7 a 15,3 cmolc/kg de solo em profundidade. Seus elevados teores de silte e presença de filossilicatos 2:1 evidenciam sua maior jovialidade em relação à grande maioria dos solos já descritos e mapeados na bacia Amazônica, os quais influenciam sobremaneira suas propriedades morfológicas, químicas, físicas, hidro e biológicas, bem como seu comportamento frente aos diferentes usos e práticas de manejo.
Ano de Publicação: 2005
ISSN: 1678-0892
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
bpd682005areapilotoprojbiosbr.pdf1,43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace