Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/811631
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pantanal - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 4-Nov-2005
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: VIEIRA, L. M.
ALHO, C. J. R.
Informaçães Adicionais: Embrapa Pantanal (Corumbá, MS); UNB/UNIDERP.
Título: Contaminação por mercúrio em sedimento e moluscos da Bacia do rio Bento Gomes, MT.
Edição: 2004
Fonte/Imprenta: Corumbá: Embrapa Pantanal, 2004.
Páginas: 21 p.
Série: (Embrapa Pantanal. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 58).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Molusco
Biomagnificação
Mercúrio
Sedimento
Pantanal
Mollusc
Biomagnification
Mercury
Sediment
Pantanal wetland
Conteúdo: Os níveis de mercúrio total detectados no sedimento e tecidos moles de moluscos gastrópodos provenientes da bacia hidrográfica do rio Bento Gomes, embora baixos, mostraram indícios de contaminação. De um total de 69 amostras de sedimento analisadas, 26% apresentaram níveis de mercúrio total variando de 0,01 a 0,25 µg.g-1 de mercúrio (peso úmido). Os níveis de mercúrio obtidos em 54 amostras dos moluscos Ampullaria scalaris; A. canaliculata e Marisa planogira evidenciaram que 39% estavam contaminadas com níveis variando de 0,02 a 1,6 µg.g-1 de peso úmido. Estes resultados indicam que o mercúrio utilizado na extração de ouro de aluvião está atingindo o ambiente aquático e contaminado o sedimento e os organismos bentônicos desta área do Pantanal.
Ano de Publicação: 2004
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BP58.pdf304,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace