Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/810746
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pantanal - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 27-Jun-2003
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: MOURÃO, G. de M.
COUTINHO, M. E.
MAURO, R. de A.
TOMÁS, W. M.: MAGNUSSON, W.
Informaçães Adicionais: Embrapa Pantanal (Corumbá, MS); IBAMA (Corumbá, MS); Embrapa Gado de Corte (Campo Grande, MS)
Título: Levantamentos aéreos de espécies introduzidas no Pantanal: porcos ferais (porco monteiro), gado bovino e búfalos.
Fonte/Imprenta: Corumbá: Embrapa Pantanal, 2002.
Páginas: 22 p.
Série: (Embrapa Pantanal. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 28).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Fauna
Levantamento aéreo
Porco monteiro
Gado
Bovino
Búfalo
Espécies introduzidas
Distribuição
Pantanal
Aerial surveys
Feral pig
Feral livestock
Water buffalo
Distribution
Conteúdo: O Pantanal é a maior planície inundável contínua da América do Sul. O mosaico de habitats inundáveis e não inundáveis faz do Pantanal um refúgio, não só para espécies silvestres ameaçadas, mas também para espécies introduzidas que podem ou não estar causando impactos negativos sobre o Pantanal. O gado bovino e o porco (Sus scrofa) foram introduzidos desde a colonização européia, e o búfalo (Bubalus bubalis) foi introduzido nas últimas décadas. A criação extensiva de bovinos tem sido a atividade econômica mais importante no Pantanal. Porcos ferais e búfalos têm sido implicados em casos de danos ambientais em outros países, mas até agora, não havia informações sobre suas distribuições e abundâncias no Pantanal. Nós usamos levantamentos aéreos para obter dados sobre a distribuição e abundância de porcos ferais, gado bovino e búfalos no Pantanal. Porcos ferais foram freqüentes especialmente no Pantanal central, e estimamos uma abundância não corrigida de cerca de 9.800 (EP=1.400) grupos de porcos ferais em todo o Pantanal. O gado bovino foi observado em altas densidades (>10 indivíduos/km2) em quase todo o Pantanal, e a abundância não corrigida foi estimada em cerca de 2.250.000 (EP=14.000) de indivíduos na região. Búfalos ocorreram em poucas áreas e nós estimamos uma abundância não corrigida de cerca de 5.100 búfalos (EP=.600) no Pantanal.
Ano de Publicação: 2002
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BP28.pdf526,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace