Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/787709
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pantanal - Circular Técnica (INFOTECA-E)
Data do documento: 15-Jun-2009
Tipo do Material: Circular Técnica (INFOTECA-E)
Autoria: POTT, A.
Informaçães Adicionais: EMBRAPA. Unidade de Execucao de Pesquisa de Ambito Estadual de Corumba (Corumba, MS).
Título: Pastagens das sub-regiões dos Paiaguás e da Nhecolândia do Pantanal Mato-Grossense.
Edição: 1982
Fonte/Imprenta: Corumba: EMBRAPA-UEPAE Corumba, 1982.
Páginas: 49 p.
Série: (EMBRAPA-UEPAE Corumba. Circular Tecnica, 10)
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pastagem
Pantanal
Mato Grosso
Pastagem natural
Pastagem cultivada
Paiaguas
Nhecolandia
Grasslands
Pasture
Forage
Cultivated pastures
Conteúdo: As duas maiores sub-regioes do Pantanal Mato-Grossense, Paiaguas e Nhecolandia, situam-se na planicie sedimentar do rio Taquari. Os solos sao extremamente arenosos e sua fertilidade varia de muito baixa ("caronal" e campos de "fura-bucho") a media ou relativamente alta (cordilheiras com mata e/ou acuri). A fisionomia da vegetacao obedece a gradientes edafo-topograficos, predominando formacoes campestres nas partes alagaveis e componentes do cerrado nos cordoes arenosos. A baixa produtividade da pecuaria das sub-regioes esta relacionada com baixa taxa de natalidade e deficiencias nutricionais. Neste sentido, a EMBRAPA/UEPAE de Corumba esta conduzindo trabalhos nas areas de solos, forrageiras (nativas e cultivadas), bovinos de corte (manejo, minerais e helmintos) e sua economia. As pastagens da regiao sao essencialmente naturais, sendo Axonopus purpusii, Mesosetum loliiforme e Panicum laxum as principais especies forrageiras do Pantanal arenoso. As leguminosas, das quais Desmodium barbatum e a mais frequente, tem pouca expressao quantitativa, ou nenhuma, como e o caso nos campos de "fura bucho" (Paspalum sp.). Ainda, algumas plantas de outras familias, como Helicteres sacarolha (Sterculiaceae), cf. Ocotea sp. (Lauraceae) e Tocoyena formosa (Rubiaceae), sao componentes eventuais da dieta dos bovinos, principalmente na cheia. As plantas daninhas mais importantes sao Bromelia balansae, Byrsonima intermedia e Vernonia scabra. As pastagens cultivadas sao recentes nas sub-regioes, mas estao em franca expansao, de leste para oeste, principalmente de Brachiaria decumbens, com area atual estimada em torno de 25.000 ha. Os cerrados do Pantanal apresentam varios arbustos (Bauhinia, Connarus, Thieleodoxa, etc) com rebrota vigorosa, que se contituem em invasoras. As areas nao alagaveis oferecem pouca forragem natural, mas sao propicias para o cultivo de especies de utilizacao estrategica na cheia. Em ensaios de avaliacao conduzidos pela UEPAE de Corumba, destacam-se Andropogon gayanus, Brachiaria spp. e Stylosanthes guianensis em solos de "cordilheira"; no "caronal", apenas B. humidicola e Canavalia sp. toleram o hidromorfismo estacional.
Ano de Publicação: 1982
Aparece nas coleções:Circular Técnica (CPAP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT10.pdf514,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace