Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/747858
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 28-Abr-2010
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: GONTIJO NETO, M. M.
LEITE, C. E. do P.
UBA, M. A.
VASCONCELOS, F. V.
PEREIRA FILHO, I. A.
CRUZ, J. C.
Informaçães Adicionais: MIGUEL MARQUES GONTIJO NETO, CNPMS; CARLOS EDUARDO DO PRADO LEITE, CNPMS; Mariana Arão Uba, FEAD; Fátima Vilaça Vasconcelos, FEAD; ISRAEL ALEXANDRE PEREIRA FILHO, CNPMS; JOSE CARLOS CRUZ, CNPMS.
Título: Avaliação de girassol e forrageiras tropicais perenes em cultivo consorciado.
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2009.
Páginas: 17 p.
Série: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 19).
Idioma: pt_BR
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade de girassol e o rendimento forrageiro de capins Brachiaria brizantha cultivares Xaraés e Piatã e o Panicum maximum cultivar Massai em plantios consorciados e solteiros com girassol BRS 122. O ensaio foi implantado no Campo Experimental do Gorutuba, em Janaúba, região Norte de Minas Gerais. Para análise dos dados das forrageiras, foi utilizado um delineamento em blocos casualizados (DBC), no esquema de parcelas subdivididas, com três tratamentos e cinco repetições, tendo na parcela a forrageira e na subparcela a presença ou não do girassol. Para análise dos dados do girassol, foi utilizado um DBC com cinco tratamentos e cinco repetições,com as médias submetidas ao teste de Tukey a 5% de significância. Verificou-se a produção média de massa seca total de 5.916,6 kg/ha para as forrageiras em consórcio e de 13.534,7 kg/ha em plantio solteiro. As produções de grãos de girassol solteiro foram, em média, de 2.399,5 kg/ha e, em sistema de consórcio com as forrageiras, de 1.649,1 kg/ha. Os índices de Uso Eficiente da Terra (UET) foram de 1,12 para o consórcio com o Xaraés, 1,22 para o Piatã e 1,19 para o Massai. Nas condições deste ensaio, o consórcio com forrageiras perenes reduziu em 27% a produtividade média de grãos de girassol. Considerando os índices de UET e como alternativa para atender à demanda por biocombustíveis em regiões que apresentem vocação para pecuária, o plantio consorciado de girassol e capins pode ser recomendado aos produtores como forma de diversificação de produtos e de renda por meio da intensificação da produção vegetal em uma mesma área no período chuvoso.
Thesagro: Consorciação de cultura
Sistema de cultivo
Girassol
Planta forrageira
Ano de Publicação: 2009
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Bol19.pdf239,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace