Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/564004
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Documentos (INFOTECA-E)
Data do documento: 27-Nov-2001
Tipo do Material: Documentos (INFOTECA-E)
Autoria: MENDES, I.C.
VARGAS, M.A.T.
HUNGRIA, M.
Título: Estabelecimento de estirpes de Bradyrhizobium japonicum/ B.elkanii e seus efeitos na reinoculacao da soja em solos de cerrado.
Edição: 2000
Fonte/Imprenta: Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2000.
Páginas: 18p.
Série: (Embrapa Cerrados. Documentos, 20).
Idioma: pt_BR
Notas: CRI5623
Palavras-chave: Cerrado
Soja
Glycine max
Solo
Rhizobium
Estirpe
Inoculacao
Rhyzobium japonicum
Soybeans
Inoculation methods
Soil
Conteúdo: Neste trabalho sao apresentados os resultados de um estudo para avaliar o estabelecimento de estirpes de Bradyrhizobium japonicum / B. elkanii, na resposta da soja a reinoculacao em solos de Cerrado. O experimento, que teve duracao de seis anos, foi iniciado em 1994 num Latossolo Vermelho de primeiro cultivo, isento de populacoes de rizobio capazes de nodular a soja. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com tres repeticoes e a cultivar de soja utilizada foi a Doko RC. A ocupacao dos nodulos foi avaliada por tecnicas de imuno-aglutinacao. No primeiro ano do experimento (safra 1993/1994), as estirpes CPAC 7, CPAC 15, 29W e SEMIA 587 (sorogrupos CB1809, SEMIA 566, 29W e SEMIA 587, respectivamente) foram introduzidas no solo por meio da inoculacao das sementes da soja Doko RC. Tambem foi incluido um tratamento sem inoculacao, com as parcelas cultivadas com arroz. No ano seguinte (safra 1994/1995), as parcelas foram subdivididas em tres subparcelas, e a soja foi cultivada sob tres tratamentos: a) CPAC 7, b) CPAC 15 e c) sem inoculacao. No terceiro ano (safra 1995/1996), todo o experimento recebeu a soja inoculada com a estirpe CPAC 7. No quarto e no quinto anos de conducao do experimento (safras 1997/1998 e 1998/1999), a soja foi cultivada sem inoculacao. No ano agricola 1996/1997 a area foi deixada em repouso. Para os tratamentos com inoculacao foram utilizados inoculantes turfosos (8,0 x 108 celulas/g) na proporcao de 1 kg de inoculante por 50 kg de sementes. As estirpes introduzidas no solo no primeiro ano influenciaram a ocorrencia da estirpe CPAC 7 nos nodulos obtidos no terceiro ano de conducao do experimento. Nos tratamentos onde a CPAC 7 foi introduzida no primeiro ano, sua ocorrencia nos nodulos foi, em media, de 70%, enquanto nos outros tratamentos variou entre 25% e 44%. No quarto e quinto anos, quando a soja foi cultivada sem inoculacao, estirpes do sorogrupo SEMIA 566 predominaram na nodulacao (mais de 44% dos nodulos). No quinto ano do experimento, mesmo nos tratamentos onde essa estirpe jamais foi inoculada, a ocorrencia do sorogrupo SEMIA 566 foi de 74% dos nodulos, evidenciando sua elevada capacidade competitiva. Futuras estrategias para reinoculacao da soja em solos de Cerrado com as estirpes CPAC 7 e CPAC 15 deverao levar as observacoes desse estudo em consideracao.
Ano de Publicação: 2000
Aparece nas coleções:Série Documentos (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
doc20.pdf58,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace