Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/489124
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 23-Mar-2006
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: FIGUEIREDO, J. E. F.
COELHO, V. T. da S.
COELHO, E. A. F.
OLIVEIRA, J. S. de
SANTORO, M. M.
ALMEIDA, P. L. B. de
De PAOLI, H. C.
CORREA, G. V.
TEIXEIRA, M. A.
MOTTA, A. C. F.
Informaçães Adicionais: JOSE EDSON FONTES FIGUEIREDO, CNPMS.
Título: Bioquímica molecular como ferramenta para conservação e uso da biodiversidade agrícola tropical: desenvolvimento de marcador imunoquímico para identificação da bactérias endofíticas do milho.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2005.
Páginas: 12 p.
Série: (Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 2).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Marcador imunoquímico
Bacteria endofitica.
Conteúdo: Marcadores moleculares estão sendo amplamente utilizados na agricultura. Entre as várias aplicações práticas, destacam-se a identificação de raças, linhagens e estirpes, eliminação de réplicas em bancos de germoplasma, identificação de genes associados com a performance da planta, entre outros. Em todos esses casos, a definição da estratégia que deverá ser adotada precisa considerar os custos para a obtenção dos marcadores. Ênfase crescente tem sido dada para identificar marcadores menos onerosos. Marcadores bioquímicos constituem um tipo especial de marcador molecular que se caracteriza pela análise do produto da expressão gênica. Destacam-se dois tipos principais: isoenzimas e proteínas. Esses marcadores também são definidos como marcadores fenotípicos, pois podem resultar da interação genótipo/ambiente. Embora de aplicação limitada, o uso desses marcadores em algumas áreas ou em casos especiais fornece informações seguras e úteis para a identificação de indivíduos. Recentemente, as técnicas de SDS-PAGE, RAPD-PCR, ARDRA e seqüenciamento de genes ribossomais foram empregadas no Laboratório de Bioquímica Molecular de Microrganismos da Embrapa Milho e Sorgo, para identificar bactérias endofíticas isoladas do milho. Naquele estudo, foi verificada, em todos os isolados, a presença de um polipeptídio de aproximadamente 42 kDa e cuja expressão era bastante elevada. O objetivo deste trabalho consistiu em aprofundar os estudos sobre o polipeptídio de 42 kDa, visando o desenvolvimento de marcadores imunoquímicos para identificar e estudar a dinâmica de colonização bactérias endofíticas em plantas de milho.
Thesagro: Milho.
Ano de Publicação: 2005
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Bol02.pdf515,86 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace