Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/326900
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Gado de Corte - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 4-Mai-2009
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: CHIARI, L.
VALLE, J. V. R. do
RESENDE, R. M. S.
CANÇADO, L. J.
SALGADO, L. R.
LEGUIZÁMON, G. O. de C.
Informaçães Adicionais: Lucimara Chiari, CNPGC; João Victor Rodrigues do Valle, UNIDERP; Rosângela Maria Simeão Resende,CNPGC; Letícia Jungmann Cançado, CNPGC; Leonardo Rippel Salgado, UNIDERP; Gisele Olivas de Campos Leguizámon, CNPGC.
Título: Análise da diversidade genética em Stylosanthes guianensis utilizando marcadores RAPD.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: In: SÉRIES Embrapa: [coletânea de publicações seriadas da Embrapa Gado de Corte - 2006 - 2007 -2008]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009.
Páginas: 25 p.
Série: (Embrapa Gado de Corte. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 20)
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pastagem
Melhoramento genético vegetal
Leguminosa forrageira
Stylosanthes guianensis
Marcador molecular
RAPD
Campo Grande
Mato Grosso do Sul
Brasil
Conteúdo: O conhecimento da variabilidade genética e da relação entre diferentes acessos de Stylosanthes guianensis é importante para maximizar o uso dos recursos genéticos disponíveis. Este trabalho teve como objetivo avaliar a variabilidade genética em 20 acessos dessa espécie, pertencentes ao banco de germoplasma da Embrapa Gado de Corte, usando marcadores RAPD (DNA Polimórfico Amplificado ao Acaso). Foram selecionados 40 primers randômicos, que produziram um total de 210 bandas; destas, 82 polimórficas (39,05%). Os dados obtidos foram utilizados para gerar uma matriz de similaridade genética usando o coeficiente de Jaccard. A similaridade genética variou de 0,747 a 0,945, o que indicou uma variabilidade genética pouco acentuada entre os acessos estudados. Os acessos com menor similaridade genética foram SG01 e SG14. Os resultados das análises de agrupamento com os métodos UPGMA (Agrupamento com Média Aritmética Não Ponderada) e Tocher foram similares. Apesar da baixa variabilidade genética detectada entre os 20 acessos, estes foram separados em nove grupos distintos pelo método UPGMA e seis grupos pelo método de Tocher.
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPGC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BP20.pdf1,34 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace