Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/326893
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Gado de Corte - Documentos (INFOTECA-E)
Data do documento: 30-Abr-2009
Tipo do Material: Documentos (INFOTECA-E)
Autoria: ARAÚJO, F. R. de
MELO, E. S. de P.
RAMOS, C. A. do N.
SOARES, C. O.
ROSINHA, G. M. S.
ELISEI, C.
Informaçães Adicionais: Flábio Ribeiro de Araújo, CNPGC; Elaine Silva de Pádua Melo, Bolsista de Mestrado da Fundect-CNPq; Carlos Alberto do Nascimento Ramos, bolsista de Mestrado Fundect-CNPq; Cleber Oliveira Soares, CNPGC; Gracia Maria Soares Rosinha, CNPGC; Carina Elisei, B.
Título: ELISA com MSP5 recombinante truncada para detecção de anticorpos contra Anaplasma marginale em bovinos.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: In: SÉRIES Embrapa: [coletânea de publicações seriadas da Embrapa Gado de Corte - 2006 - 2007 -2008]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009.
Páginas: 27 p.
Série: (Embrapa Gado de Corte. Documentos, 163).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Proteína recombinante
MSP5.
Conteúdo: Os objetivos buscados pelos autores neste estudo foram produzir e solubilizar a proteína MSP5 recombinante truncada de Anaplasma marginale e avaliar seu desempenho em um ensaio de imunoadsorção enzimática indireto para detecção de anticorpos contra a riquétsia. O gene msp5, exceto a região N-terminal hidrofóbica, foi amplificado por reação em cadeia da polimerase, clonado em plasmídeo pTrcHis-TOPO e expresso em Escherichia coli. A solubilização da proteína recombinante foi avaliada em diferentes pHs e concentrações de uréia. A sensibilidade e a especificidade do ensaio foram avaliados testando-se 66 soros de animais infectados experimentalmente com A. marginale e 96 soros negativos, com o estado de infecção desses animais confirmado por reação em cadeia da polimerase. Um total de 1.666 amostras de soros bovinos, provenientes do Brasil - Rio Grande do Sul (73), Mato Grosso do Sul (91), Pernambuco (86), Bahia (314) e Minas Gerais (267), assim como do Uruguai (32) e Costa Rica (803) foram testadas nos ELISAs com MSP5 truncada e com MSP1a recombinantes, e a concordância entre os dois testes foi avaliada. O ELISA indireto com MSP5 truncada foi capaz de detectar animais infectados com 96,97% de sensibilidade e 100% de especificidade. Nos animais infectados experimentalmente, o ELISA detectou anticorpos do 12o dia após a inoculação (DPI) até o último dia de observação (37o DPI). Os ELISAs para MSP5 e MSP1a apresentaram concordância de 95,67%, com índice kappa de 0,81. Os resultados discordantes apresentaram uma diferença significativa (P < 0,001). Anticorpos contra A. marginale foram detectados em animais de todas asregiões estudadas. O ELISA com MSP5 recombinante truncada apresentou bom desempenho na detecção de anticorpos contra A. marginale, com alta sensibilidade e especificidade, representando uma importante ferramenta para o diagnóstico da anaplasmose bovina em estudos epidemiológicos.
Thesagro: Bovino
Anaplasma Marginale
Anaplasmose
Elisa
Imunologia
Técnica Imunoenzimática.
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Série Documentos (CNPGC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DOC163.pdf1,84 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace