Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/301883
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2001
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: LAGOS, J. B.
MAZZA, M. C. M.
NAKASHIMA, T.
MEDRADO, M. J. S.
AMARAL, F. M. R.
Additional Information: Mazza e Medrado, Pesquisadores da Embrapa Florestas.
Title: Determinação do teor de metilxantinas e análise da variabilidade genética de seis variedades populares de erva-mate.
Publisher: Colombo: Embrapa Florestas, 2001.
Pages: 18 p.
Series/Report no.: (Embrapa Florestas. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 8).
Language: pt_BR
Keywords: metilxantina
Erva mate
Variabilidade genética
Marcador RAPD.
Description: Os objetivos deste estudo foram determinar os conteúdos de metilxantinas e cafeína em folhas maduras de seis “variedades” populares de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil. Aquifoliaceae) e avaliar a distância genética entre estas diferentes “variedades” por meio de marcadores RAPD (Random Amplified Polimorphic DNA). A concentração de metilxantinas foi determinada por espectrofotometria UV e a de cafeína por cromatografia gasosa. Foram estudadas seis “variedades” de erva-mate: nativa, folha grande, folha brilhosa, talo-roxo e folha cobre (consideradas variedades botânicas Ilex paraguariensis var. paraguariensis) e a “variedade” peluda (considerada variedade botânica Ilex paraguariensis var. vestita). A “variedade” folha cobre apresentou o maior conteúdo de metilxantinas (1,65 g%) e de cafeína (1,29 g%). A “variedade” peluda mostrou o menor teor de metilxantinas (0,25 g%) e de cafeína (0,06 g%). A diferença entre a quantidade de metilxantinas e cafeína deve-se provavelmente ao conteúdo das outras metilxantinas presentes na erva-mate, como a teobromina e a teofilina. Estas diferenças não foram observadas através de marcadores RAPD. De acordo com as análises do polimorfismo gerado pelo marcador RAPD, foram formados dois grupos distintos, os quais mostraram 58% de similaridade entre eles, utilizando o coeficiente de Jaccard. Um dos grupos incluiu as “variedades” folha cobre, peluda e nativa e o outro as “variedades” folha grande, brilhosa e talo roxo.
Thesagro: Espécie nativa
Genética
Mate
Cafeína
DNA
Ilex Paraguariensis.
Data Documento: 2003-03-24
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Boletimdepesquisa08.pdf46,91 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace