Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/173620
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 2-Out-2007
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: MELO, L. de A.
MENDES, A. P.
SANTOS, J. P. dos
MARQUES, A. S. dos A.
Título: Mancha-aquosa do melão causada por Acidovorax avenae subsp. Citrulli: caracterização de isolados.
Edição: 2004
Fonte/Imprenta: Brasília, DF: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 2004.
Páginas: 24 p.
Série: (Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 70).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Cucumis melo
Acidovorax avenae subsp
citrulli
Sorologia
Teste de patogenicidade
Conteúdo: O cultivo do melão tem se destacado em importância nas últimas décadas expandindo-se no nordeste brasileiro, principalmente no Estado do Rio Grande do Norte e constituindo-se em uma das mais importantes fontes de renda da região. A mancha-aquosa do melão causada por Acidovorax avenae subsp. citrulli, também conhecida por mancha-bacteriana-do-fruto, foi identificada pela primeira vez, no Brasil, em 1997 e hoje é uma séria ameaça à cultura, por seu potencial de causar perdas totais. Considerando que o relato de ocorrência dessa bacteriose no Brasil é recente, diferentes equipes no país estudam o patossistema para subsidiar medidas de controle e para evitar a dispersão da mesma a outras áreas produtoras. Alguns estudos necessários englobam metodologias de inoculação, caracterização de isolados e o conhecimento da interação patógeno-hospedeiro-ambiente. A bactéria A. avenae subsp. citrulli é um patógeno de ocorrência limitada a Cucurbitáceas infectando plantas cultivadas como melancia (Citrullus lanatus L.), melão (Cucumis melo L.), pepino (Cucumis sativus L.), abóbora (Cucurbita pepo L.) e espécies ditas espontâneas usadas para fins forrageiros [Citrullus lanatus varo citroides (Bailey) Mansf.]. Os objetivos deste trabalho foram: formar uma coleção de isolados de A. avenae subsp. citrulli pela coleta de plantas infectadas em áreas produtoras ou solicitação de isolados a laboratórios/pesquisadores que trabalham com a bacteriose; caracterizar a bactéria de acordo com a metabolização de nutrientes, composição de parede celular e diferentes testes de patogenicidade; otimizar método sorológico de identificação; estabelecer um método rápido e eficiente na avaliação da patogenicidade de isolados, comparando-se corte do ápice da folha e imersão em suspensão bacteriana, molhamento da face abaxial da folha pela fricção com gaze embebida em suspensão e inoculação em pecíolos destacados permitindo ganho de tempo na etapa de execução dos postulados de Koch no procedimento de identificação de isolados bacterianos. A coleção formada por 12 isolados de A avenae subsp. citrulli possui representantes provenientes dos dois hospedeiros principais (melão e melancia) e a caracterização nutricional foi obtida conforme a descrição da subespécie com exceção do teste de nitrato e utilização de glicose. Pelo teste DAS-ELlSA confirmou-se a identificação dos isolados bacterianos eliminando-se dúvidas em relação ao teste de nitrato. O método de inoculação por ferimento em pecíolo destacado é o mais recomendado para Acidovorax avenae subsp. citrulli seguido pelo método de fricção de folhas com gaze embebida em suspensão bacteriana, pela rapidez com que os sintomas se manifestaram, permitindo completar a identificação.
Ano de Publicação: 2004
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CENARGEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
bp070.pdf527,23 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace