Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1136307
Title: Impacto de alterações de ECC no metabolismo e no índice de ECC de vacas leiteiras mestiças pós-parto.
Authors: PFEIFER, L. F. M.
MELO, V. T. O. de
SILVA, K. A. da
NEVES, P. M. A.
Affiliation: LUIZ FRANCISCO MACHADO PFEIFER, CPAF-RO; VICTOR TORRES OLIMPIO DE MELO, Estagiário Embrapa Rondônia; KAIO ALEXANDRE DA SILVA, Instituto Federal de Rondônia (IFRO); PAULO MARCOS ARAÚJO NEVES, Estagiário Embrapa Rondônia.
Date Issued: 2021
Citation: Porto Velho: EMBRAPA Rondônia, 2021.
Pages: 26 p.
Description: O escore de condição corporal (ECC) é uma variável categórica que é amplamente aceita como uma importante ferramenta para quantificar subjetivamente as reservas de energia em vacas de leite. Os objetivos desse estudo foram avaliar o efeito da perda de ECC pós-parto no índice de ECC e no metabolismo e usar o iECC para avaliar impacto de mudanças no manejo nutricional em vacas de leite. No Experimento 1 foram incluídos dados de lactação de 35 vacas Girolando (Holandes x Gir). No dia do parto e a cada 15 dias até os 90 dias em lactação (DEL), as vacas foram avaliadas quanto ao ECC, peso-vivo, ângulo da garupa (AIG), produção de leite e concentração sérica de beta hidróxi-butirato (ßHBO). As vacas foram divididas em 2 grupos de acordo com a perda de escore de ECC do parto até 90 DEL: 1) Vacas que perderam <- 0,5 ECC (n=21) e 2) Vacas que perderam >0,5 ECC (n=14). Vacas que perderam pouco ECC demonstraram menor variação do ECC no período pós-parto recente (P < 0.001) e tiveram maior iECC (P< 0.001). Em contraste, vacas que perderam muito ECC apresentaram maior AIG (P< 0,001) e maior ßHBO (P = 0,01). Em contaste não houve efeito de perda de ECC na produção de leite (P = 0.9). O Experimento 2 foi realizado como Estudo tipo ensaio não randomizado, no qual o iECC do rebanho foi avaliado antes e depois de uma intervenção estratégica no manejo nutricional. Nesse caso a intervenção realizada foi o ajuste de ração para vacas de leite em lactação baseada na produção de leite e na diferença ajustada de ECC. Foram incluídas nesse estudo 16 vacas lactantes Girolando (Holandes x Gir). As vacas foram avaliadas quanto ao iECC em dois momentos diferentes: Antes (Grupo Controle) e depois da mudança no manejo nutricional (Grupo ECC). Houve aumento (P=0.02) no iECC após a mudança no manejo alimentar. O iECC do grupo controle foi de 59,5% (nível Regular), enquanto que o iECC do grupo ECC foi de 75,3% (nível Bom). Os resultados desse estudo demonstram que vacas que pariram em ECC mais adequado tiveram melhor condição metabólica e apresentaram maior iECC no período pósparto em relação às vacas que pariram com ECC mais elevado. Além disso, foi possível verificar mudanças no iECC quando as alterações pontuais no plano nutricional dos animais foram realizadas. Body condition score (BCS) is a categorical variable that is widely accepted as an important tool for subjective quantification of endogenous energy reserves in dairy cows. The objectives of this study were to evaluate the effect of postpartum BCS losses on the BCS index (BCSi) and the metabolism and to use the BCSi to evaluate the impact of specific changes in the nutritional plane in lactating dairy cows. In Experiment 1, data from the fisrt 90 days in milk (DIM) from 35 crossbred Girolando (Gyr x Holstein) cows were enrolled. Every 15 days from parturition to 90 DIM, the BCS, live weight, internal angle of the rump (IAR), milk production and serum ß-hidroxy butyrate (ßHBO) were evaluated. Cows were separated into one of two experimental groups according to the BCS loss after parturition: 1) Cows that loss <-0,5 ECC (n=21), and 2) cows that loss >0,5 ECC (n=14). Less variation range of BCS was observed in cows that loss less BCS (P < 0.001). Moreover, cows that loss less BCS had higher BCSi (P < 0.001). In contrast, cows that loss greater BCS had higher IAR (P < 0,001) and higher serum ßHBO (P = 0,01). No difference between groups was detected in milk yield (P = 0.9). The Experiment 2 was a non-randomized controlled trial, in which the BCSi of the herd was evaluated before and after a strategical change in the nutritional plane. The change was an adjustment in the ration supplementation according to the milk yield and the adjusted difference of BCS of each cow. Sixteen crossbred Girolando (Gyr x Holstein) cows were enrolled in this study. The BCSi of the cows were evaluate in two distinct moments: before (Control group) and after the change in the nutritional plane (ECC group). The ECC group had higher BCSi (75.3%; good level; P=0.02) than Control Group 59.5% (fair level). Altogether, these results demonstrated that cows that calved in adequate BCS had better metabolism profile and had greater BCSi in the postpartum period in comparison to cows that calved with greater BCS. Moreover, it was possible to observe changes in the BCSi when specific changes in the nutritional plane were performed.
Thesagro: Vaca Leiteira
Condição Corporal
Pós-Parto
Nutrição Animal
NAL Thesaurus: Dairy cows
Body condition
Postpartum period
Animal nutrition
Series/Report no.: (Embrapa Rondônia. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 82).
ISSN: 1677-8618
Type of Material: Folhetos
Access: openAccess
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAF-RO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
cpafro-18619.pdf2,48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace