Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/943478
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Date Issued: 2011
Type of Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Authors: CUNHA, T. J. F.
NASCIMENTO, C. E. de S.
OLIVEIRA NETO, M. B. de
SÁ, I. B.
ARAUJO FILHO, J. C. de
GIONGO, V.
TAURA, T. A.
SILVA, M. S. L. da
KIILL, L. H. P.
Additional Information: Tony Jarbas Ferreira Cunha, EMBRAPA SEMIÁRIDO; Clóvis Eduardo de Souza Nascimento, Embrapa Semiárido; MANOEL BATISTA DE OLIVEIRA NETO, CNPS; Iêdo Bezerra Sá, EMBRAPA SEMIÁRIDO; JOSE COELHO DE ARAUJO FILHO, CNPS; Vanderlise Giongo, EMBRAPA SEMIÁRIDO; Tatiana Ayako Taura, EMBRAPA SEMIÁRIDO; MARIA SONIA LOPES DA SILVA, CNPS; Lúcia Helena Piedade Kiill, EMBRAPA SEMIÁRIDO.
Title: Relação solo/vegetação em ambientes aluvionares nos Municípios de Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista, no Estado de Pernambuco.
Publisher: Petrolina: Embrapa Semiárido, 2011.
Series/Report no.: (Embrapa Solos: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 93)
Language: pt_BR
Keywords: Rio São Francisco
Recursos naturais.
Description: Muitas áreas sem aptidão ou de aptidão restrita para o uso agrícola são intensamente cultivadas nas margens do Rio São Francisco, resultando em grande potencial de degradação pelo efeito da erosão. A recuperação de áreas degradadas torna-se, cada vez mais, uma necessidade maiorpara o ser humano, frente ao ritmo crescente da degradação ambiental que se impõe aos diversos ecossistemas. A utilização das terras deve considerar sistemas que permitam a manutenção do processo produtivo ao longo do tempo, que tenham por finalidade o bem estar das gerações futuras e, principalmente, em curto prazo, o uso sustentável do solo, em suas atividades agrícolas. O objetivo deste trabalho foi estudar a relação solo/vegetação nos municípios de Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista com ênfase nas áreas aluvionares do Rio São Francisco e até 3 Km da margem do mesmo, totalizando uma área de 65.751,99 ha. O estudo é apresentado em semidetalhe, na escala de 1:25.000 e permitiu definir dois conjuntos florísticos, com base na análise deagrupamento, utilizando-se o coeficiente de similaridade de Sörensen, sendo um formado por espécies como alagadiço (Mimosa bimucronata Kunth), marizeiro (Geoffroea spinosa Jacq.), entre outras, mais ligadas ao ambiente do terraço fluvial e, portanto relacionados à presença de Neossolos Flúvicos, Cambissolos Flúvicos, Gleissolos e Vertissolos. O outro formado por jurema-preta (Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir.), pereiro (Aspidosperma pyrifolium Mart.), catingueira rasteira (Caesalpinia microphylla Mart.), umburana-de-cambão (Commiphora leptophloeos (Mart.) J.B. Gillett.), barauna (Schinopsis brasiliensis Engl), mais relacionadas ao tabuleiro sertanejo, sendo este ambiente relacionado à ocorrência de Argissolos, Neossolos Quartzarênicos, Planossolos e Luvissolos. Entre as espécies relacionadas aos Neossolos e Cambissolos Flúvicos, o ingá (Inga vera subsp. affinis (DC.) T.D. Pennington) se destacou nos três municípios. A jurema-preta foi a maior representante dos ambientes de ocorrência de Argissolos, planossolos, Luvissolos, Neossolos Quartzarênicos e Neossolos Litólicos degradação.
Thesagro: Caatinga
Mata Ciliar.
Data Documento: 2012-12-26
Appears in Collections:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BPD93solovegmargemRSF.pdf1,9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace