Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/563070
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 5-Mar-2008
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: SANTOS JÚNIOR, J. de D. G. dos
MACEDO, M. C. M.
MONTEIRO, F. A.
EUCLIDES, V. P. B.
Título: Concentração de macronutrientes em folhas diagnósticas de capim-Tanzânia em quatro condições de fertilidade de solo no cerrado.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2005.
Páginas: 19 p.
Série: (Embrapa Cerrados. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 154).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Fertilidade do solo
Gramínea forrageira
Nutrição mineral
Soil fertility
Feed grasses
Mineral nutrients
Conteúdo: RESUMO: Informações sobre comportamento das concentrações de macronutrientes ao longo da rebrotação de diversas forrageiras tropicais são escassas na literatura nacional. Objetivou-se estudar a variação das concentrações de N, P, K, Ca, Mg e S nas folhas diagnósticas de capim-tanzânia cultivado em quatro condições de fertilidade do solo com descrição concomitante da evolução do IAF e da altura do dossel forrageiro. Folhas diagnósticas foram coletadas aos 12, 19, 26, 34 e 40 dias na rebrotação de verão e aos 10, 18, 25 e 31 dias no outono. O tempo de rebrotação alterou as concentrações dos macronutrientes em ambos os ciclos de pastejo. No verão, as concentrações de N, P e K decresceram linearmente com o tempo de rebrotação da pastagem a taxas de 0,291; 0,020 e 0,194 g kg-1 dia-1, enquanto as concentrações de Ca, Mg aumentaram até os 26 dias e a de S até os 21 dias. No outono, as concentrações de K e S decresceram ao longo do tempo de rebrotação à taxa de 0,337 e de 0,023 g kg-1 dia-1, respectivamente, enquanto as concentrações de Ca e Mg aumentaram à taxa de 0,109 e de 0,015 g kg-1 dia-1, respectivamente. As concentrações de N e P decresceram ao longo da rebrotação de outono. Assim, as folhas diagnósticas não apresentam valores de concentração fixos e variam dentro de uma faixa de concentração considerada apropriada para capim-tanzânia ao longo da rebrotação de verão e outono. ABSTRACT: Information about macronutrients concentration along regrowth periods of tropical forages are scarce in the Brazilian literature. The aim of this study was to investigate the variation in N, P, K, Ca, Mg and S concentrations in diagnostic leaves of Tanzânia-grass grown in four soil fertility conditions with concomitant description of leaf area index and plant height. Diagnostic leaves were collected at regrowth periods of 12, 19, 26, 34, and 40 days during the Summer growing season, and at 10, 18, 25 and 31 days during the fall growing season. The regrowth period changed the macronutrients concentration in both growing season. In the summer, N, P and K concentrations linearly decreased with the respectively increasing in the regrowth period at rates of 0.291, 0.020 and 0.194 g kg-1 day-1. Ca and Mg concentrations increased until day 26th and S until day 21st. In the fall, the K and S concentrations decreased along the regrowth period at rates of 0.337 and 0.023 g kg-1 day-1, respectively, while Ca and Mg concentrations increased at rates of 0.109 and 0.105 g kg-1 day-1, respectively. N and P concentrations decreased along the fall regrowing season. The macronutrients concentration in diagnostics leaves varied around values that was considered adequate to tanzânia-grass along the summer and fall growing season.
Ano de Publicação: 2005
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
bolpd154.pdf509,25 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace