Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/247985
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Agropecuária Oeste - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Data do documento: 9-Jul-2004
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: ASMUS, G. L.
Informaçães Adicionais: Embrapa Agropecuária Oeste, Dourados, MS.
Título: Avaliação quali-quantitativa da ocorrência de nematóides fitoparasitos em regiões de produção de algodão de Mato Grosso do Sul.
Edição: 2003
Fonte/Imprenta: Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2003.
Páginas: 28 p.
Série: (Embrapa Agropecuária Oeste. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 15).
Idioma: pt_BR
Notas: Documento online.
Palavras-chave: Nematóide
Ocorrência
Algodão
Brasil
Mato Grosso do Sul
Conteúdo: Nos anos agrícolas de 2001/02 e 2002/03 foram amostrados 184 talhões de lavouras de algodoeiro dos municípios de Aral Moreira, Chapadão do Sul, Costa Rica, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Eldorado, Guia Lopes da Laguna, Itaquiraí, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Pedro Gomes, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia. Cada amostra, composta de 10 subamostras de solo tomadas à profundidade de 0-20 cm, representou glebas ou talhões de aproximadamente 100 hectares, exceção feita às amostras de pequenas propriedades (<100 ha). As amostras foram embaladas em sacos plásticos, armazenadas em caixas de isopor e levadas ao laboratório de Nematologia da Embrapa Agropecuária Oeste. No laboratório, foram realizadas a extração, identificação e quantificação dos nematóides presentes. Os resultados obtidos indicaram haver grande variabilidade na distribuição dos nematóides fitoparasitas nas diferentes lavouras amostradas. Meloidogyne incognita foi encontrado em 27,7% das amostras analisadas; Rotylenchulus reniformis em 16,8% e Pratylenchus brachyurus em 65,2%. A ocorrência de populações mistas de nematóides foi inferior a de populações simples. M. incognita e R. reniformis ocorreram acima dos níveis populacionais de danos em, respectivamente, 45,0% e 32,3% das amostras. Em termos médios, a freqüência de ocorrência de nematóides fitoparasitos foi maior em regiões com predominância de pequenas propriedades, onde constatou-se também um número superior de amostras com populações acima dos níveis de danos. Avaliação Quali-quantitativa da Ocorrência de Nematóides Fitoparasitos em Regiões de Produção de Algodão de Mato Grosso do Sul 6
Ano de Publicação: 2003
Aparece nas coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BP200315.pdf153,4 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace