Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1048479
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Documentos (INFOTECA-E)
Date Issued: 2015
Type of Material: Documentos (INFOTECA-E)
Authors: NAVA, D. E.
BOTTON, M.
BERNARDI, D.
ANDREAZZA, F.
BARONIO, C. A.
Additional Information: DORI EDSON NAVA, CPACT; MARCOS BOTTON, CNPUV; Daniel Bernardi; Felipe Andreazza; Cleber Antonio Baronio.
Title: Bioecologia, monitoramento e controle de Drosophila suzukii na cultura do morangueiro.
Publisher: Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2015.
Pages: 28 p.
Series/Report no.: (Embrapa Clima Temperado, Documentos, 398).
Language: pt_BR
Keywords: Pequenas frutas
Mosca-do-Mediterrâneo.
Description: O Brasil ocupa a terceira posição no ranking mundial de produção de frutas. A produção é diversificada devido às condições climáticas do País, que permitem produzir frutas tropicais, subtropicais e temperadas. A maior parte da produção tem como destino o mercado interno e apenas 2,5% destinam-se à exportação. Com a globalização da economia e as dificuldades de monitoramento das fronteiras brasileiras, a produção agrícola está vulnerável a diversos problemas fitossanitários. A fruticultura tem sido um dos setores mais afetados pelo registro de novas pragas, que aumentam os custos de produção e comprometem a qualidade das frutas devido às injurias causadas, e pelo maior risco da presença de resíduos de inseticidas utilizados para o seu controle, além de dificultar as exportações devido às barreiras quarentenárias. Dentre essas pragas, as moscas-das-frutas têm sido uma ameaça constante. Historicamente, a primeira espécie registrada no País foi a mosca do mediterrâneo, Ceratitis capitata, em 1901. Quase 100 anos depois, em 1996, foi registrada a ocorrência da mosca da carambola, Bactrocera carambolae, no Estado do Amapá, e em 1999 foi detectado Zaprionus indianus, em São Paulo. Diferentemente das duas primeiras espécies, que são tefritídeos, Z. indianus é um drosofilídeo, mas causa os mesmos danos nos frutos. Em 2013, no Rio Grande do Sul, foi confirmada a presença da drosófila da asa manchada Drosophila suzukii, considerada uma das principais pragas das chamadas ?pequenas frutas?, que incluem morango, mirtilo, amora-preta, framboesa e cereja, mas a drosófila da asa manchada também ataca outras frutíferas, como videira, nectarineira, pessegueiro, entre outros. No Brasil, já foram constatadas perdas em morango e teme-se que o inseto possa se adaptar às nossas condições e causar perdas econômicas significativas em outros cultivos. Dada a tradição da Embrapa Clima Temperado e da Embrapa Uva e Vinho em pesquisas sobre morangueiro, este documento tem o objetivo de disponibilizar informações sobre a identificação, a bioecologia e as estratégias para o monitoramento e controle da drosófila da asa manchada, baseadas nos trabalhos realizados em outros países e nas pesquisas conduzidas pelos autores do texto.
Thesagro: Praga
Praga de planta
Mosca das frutas
Ceratitis capitata
Bactrocera carambolae
Zaprionus indianus
Mosca Africana
Entomologia
Inimigo Natural
Morango.
NAL Thesaurus: Drosophila suzukii.
Data Documento: 2016-07-08
Appears in Collections:Série Documentos (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Documento398capa.pdf7,31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace