DSpace

Infoteca-e » Embrapa Semi-Árido (CPATSA) » Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPATSA) »

Por favor, utilize esse identificador para citar ou referenciar esse registro:
http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/920449

FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut

Formato RegistroConteúdo
Unidade da Embrapa/Coleção: Embrapa Semiárido - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Identificador: 47054
Data de Envio: 27-Mar-2012
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: MENDES, A. M. S.
GIONGO, V.
SILVA, D. J.
CUNHA, T. J. F.
SILVA, M. S. L. da
GALVÃO, S. R. da S.
Informações Adicionais: ALESSANDRA MONTEIRO SALVIANO MENDES, CPATSA; VANDERLISE GIONGO, CPATSA; DAVI JOSE SILVA, CPATSA; TONY JARBAS FERREIRA CUNHA, CPATSA; MARIA SONIA LOPES DA SILVA, CNPS; Sandra Regina da Silva Galvão, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Salgueiro-PE.
Título: Processo de decomposição e liberação de nutrientes de coquetéis vegetais no cultivo de mangueiras no Semiárido Brasileiro.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Petrolina: Embrapa Semiárido, 2011.
Páginas: 24p.
Série: (Embrapa Semiárido. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 89).
ISSN: 1808-9968
Idioma: pt_BR
Palavras-chaves: Resíduo vegetal
Fitomassa
Mangueira
Vale do São Francisco
Thesagro: Manga
Adubação verde
Matéria orgânica
NAL Thesaurus: Green manure
Nutrients
Vegetable residues
Litter bags
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a taxa de decomposição e liberação de nutrientes da fitomassa da parte aérea de coquetéis vegetais cultivados nas entrelinhas de mangueira, em ambiente semiárido. Foram instaladas bolsas de decomposição (litter bags) contendo 25 g de matéria seca de coquetéis vegetais, distribuídos na projeção da copa. Os tratamentos testados foram: T1 --- 100 % não leguminosas; T2 --- 100% leguminosas; T3 --- 75% leguminosas e 25% não leguminosas; T4 --- 50% leguminosas e 50% não leguminosas; T5 --- 25% leguminosas e 75% não leguminosas; T6 --- 100% vegetação espontânea. Em cada época de amostragem (0, 8, 15, 30, 45, 75, 135, 165, 195 e 225 dias após a deposição das bolsas) coletou-se um litter bag de cada tratamento e foram determinados osteores totais de carbono (C), nitrogênio (N), fósforo (P), cálcio (Ca), magnésio (Mg) e boro (B). A cinética de decomposição e liberação de nutrientes dos coquetéis vegetais apresentou uma fase inicial rápida seguida de outra mais lenta. O coquetel vegetal composto por não leguminosas (T1) apresentou a maior taxa de decomposição e as maiores constantes de liberação para C e N e, consequentemente, mineralização mais rápida. O tratamento com maior proporção de não leguminosas (100%) e a vegetação espontânea apresentaram as maiores constantes de liberação de nutrientes e a partir da média dos valores de k, para todos os coquetéis vegetais, tornou-se possível estabelecer a seguinte ordem de liberação dos nutrientes: P > B > C > N > Ca > Mg.
Ano de Publicação: 2011
URI: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/920449
Aparece nas Coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPATSA)
Arquivo Descrição TamanhoFormatoVisualizar
BPD89.pdf3,03 MBAdobe PDFThumbnail
Download

Formato Dublin Core

Estatísticas