DSpace

Infoteca-e » Embrapa Rondônia (CPAF-RO) » Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAF-RO) »

Por favor, utilize esse identificador para citar ou referenciar esse registro:
http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/901348

FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut

Formato RegistroConteúdo
Unidade da Embrapa/Coleção: Embrapa Rondônia - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Identificador: 15436
Data de Envio: 26-Set-2011
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: RAMALHO, A. R.
ALENCAR, A. da S.
SANTOS, V. F. da S.
Informações Adicionais: ANDRE ROSTAND RAMALHO, CPAF-RO; Amácio da Silva Alencar, Graduando em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Rondônia; Virgínia Ferreira da Silva Santos, Graduando em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Rondônia.
Título: Caracteres quantitativos e condicionantes da germinação em sementes de pupunheiras (raça Pampa Hermosa).
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2005.
Páginas: 20 p.
Série: (Embrapa Rondônia. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 24).
Idioma: pt_BR
Palavras-chaves: Caracteres fenotípicos
Massa
Endocarpo
Amêndoa
Conteúdo: A pupunheira cultivada (Bactris gasipaes Kunth var. gasipaes Henderson) é uma arecácea alógama, nativa da América Tropical, domesticada pelos ameríndios. A propagação da pupunheira é predominantemente via sementes, recalcitrantes. Devido às características genéticas desejáveis, como inermidade, alta produtividade, boa qualidade intrínseca e extrínseca de palmito, populações de pupunheiras oriundas de Yurimáguas (Peru) têm sido submetidas a processos de melhoramento genético em várias instituições de pesquisa agropecuária no Brasil. Todavia, ainda há escassez de informações quanto à caracterização quantitativa das sementes. Neste trabalho, objetivou-se obter informações básicas a cerca dos principais caracteres morfológicos quantitivos das sementes quanto à massa e circunferência (longitudinal e transversal) dos endocarpos e respectivas amêndoas. Verificou-se que: a) a massa média de uma semente (endocarpo + amêndoa) foi de 1,974 g ( sx 0,020 g) com amplitude de variação de 2,950 g; circunferência unitária médio longitudinal de 18,84 mm ( sx 0,145 mm) e transversal de 13,10 mm ( sx 0,097 mm) e; b) para fins comerciais, é possível classificar sementes de pupunheira em pequenas (menor que 1,73 g), médias (de 1,74 g a 2,74 g) e grandes (mais que 2,75 g), c) o peso médio da amêndoa com 40,5% de umidade, representa cerca de 58% da massa total da semente; d) verificou-se que, a massa e o formato (longitudinal e transversal) das amêndoas podem interagir-se influenciando reciprocamente, independente do fenótipo do endocarpo.
Ano de Publicação: 2005
URI: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/901348
Aparece nas Coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAF-RO)
Arquivo Descrição TamanhoFormatoVisualizar
bpd24pupunha.pdf690,68 KBAdobe PDFThumbnail
Download

Formato Dublin Core

Estatísticas