Acesso à informação Portal Brasil
DSpace

Infoteca-e » Embrapa Meio-Norte (CPAMN) » Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAMN) »

Por favor, utilize esse identificador para citar ou referenciar esse registro:
http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/67597

FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut

Formato RegistroConteúdo
Unidade da Embrapa/Coleção: Embrapa Meio-Norte - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Identificador: 21418
Data de Envio: 1-Mar-2008
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: CARDOSO, M. J.
MELO, F. de B.
LEITE, L. F. C.
RIBEIRO, V. Q.
Informações Adicionais: MILTON JOSE CARDOSO, CPAMN; FRANCISCO DE BRITO MELO, CPAMN; LUIZ FERNANDO CARVALHO LEITE, CPAMN; VALDENIR QUEIROZ RIBEIRO, CPAMN.
Título: Níveis de nitrogênio e densidade de plantas de milho em sistema plantio direto nos municípios de Baixa Grande do Ribeiro, PI e São Raimundo das Mangabeiras, MA.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: Teresina: Embrapa Meio-Norte, 2007.
Páginas: 15 p.
Série: (Embrapa Meio-Norte. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 69).
ISSN: 1413-1655
Idioma: pt_BR
Palavras-chaves: Grão
Produtividade
Uréia
Zea mays
Conteúdo: Em regiões de Cerrados o sistema plantio direto quando bem manejado tem proporcionado produtividade de milho superior a de outros sistemas de cultivo. O nitrogênio é o nutriente mais exigido pelo milho, exercendo influência na produtividade de grãos. Objetivou-se neste trabalho determinar a melhor combinação de densidade de plantas e da dose de nitrogênio no milho em sistema plantio direto. 0s experimentos foram conduzidos, na safra de 2004/2005, no Condomínio Boa Esperança, Município de Baixa Grande do Ribeiro, PI e fazenda Santa Luzia, Município de São Raimundo das Mangabeiras, MA. Empregou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com 20 tratamentos e quatro repetições, dispostos em esquema fatorial 4 (densidade de plantas) x 5 (doses de nitrogênio). As densidades foram 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0 plantas m-2 e as doses de 0, 50, 100, 150 e 200 kg de N ha-1. Como material vegetal utilizaram-se os híbridos triplos BRS 3150 e BRS 3060 e como fonte de nitrogênio, a uréia, sendo a metade da dose colocada por ocasião da semeadura e a outra metade em cobertura no estádio de seis folhas. Houve efeito significativo da interação doses de nitrogênio x densidade de plantas para o peso de espiga sem palha e para a produtividade de grãos. As respostas foram quadráticas sendo que no Município de Baixa Grande do Ribeiro a máxima produtividade de grãos (8.858 kg ha-1) é obtida com 141,82 kg de N ha-1, na densidade de 7,82 plantas m-2, enquanto no Município de São Raimundo das Mangabeiras, a máxima produtividade de grãos (8.893 kg ha-1) é obtida com 160,62 kg de N ha-1 associada à densidade de 7,45 plantas m-2.
Ano de Publicação: 2007
URI: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/67597
Aparece nas Coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CPAMN)
Arquivo Descrição TamanhoFormatoVisualizar
BP69.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail
Download

Formato Dublin Core

Estatísticas