DSpace

Infoteca-e » Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical (CNPMF) » Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMF) »

Por favor, utilize esse identificador para citar ou referenciar esse registro:
http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/661925

FacebookTwitterDeliciousDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut

Formato RegistroConteúdo
Unidade da Embrapa/Coleção: Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Identificador: 26694
Data de Envio: 19-Mar-2010
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: OLIVEIRA, A. M. G.
SENA, M. das G. C. de
JESUS, G. S. de
CARDOSO, C. E. L.
OLIVEIRA, J. L. de
PEREIRA, N. L.
COUTO FILHO, J. G. do
Informações Adicionais: ARLENE MARIA GOMES OLIVEIRA, CNPMF; Maria das Graças Carneiro de Sena, CNPMF; Gerson Silva de Jesus, EBDA; CARLOS ESTEVAO LEITE CARDOSO, CNPMF; Jackson Lopes de Oliveira, CENARGEN; Nelson Luz Pereira, EBDA; José Gomes do Couto Filho, BNB.
Título: Diagnósticos rurais participativos e adoção de tecnologias obtidos no projeto "Inserção e competitividade do agricultor familiar do Extremo Sul da Bahia no agronegócio da mandioca e do abacaxi".
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, 2009.
Série: (Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 43).
ISSN: ISSN 1809-5003
Idioma: pt_BR
Palavras-chaves: Agricultura familiar
Diagnóstico rápido participativo
Planejamento participativo
Conteúdo: Para romper o processo verticalizado que impõe um modelo produtivo para o campo sem a participação dos principais interessados, foi proposto, como parte do projeto ?Inserção e Competitividade do Agricultor Familiar do Extremo Sul da Bahia no Agronegócio da Mandioca e do Abacaxi?, o uso de metodologias participativas, visando à melhoria do processo de socialização das tecnologias e de construção do conhecimento. Nos assentamentos Lajedo Bonito e São Miguel, localizados nos municípios de Guaratinga e Porto Seguro, respectivamente, foram utilizados o Diagnóstico Rural Participativo e de grupo focal, para identificar as características dos grupos relativas às formas de organização, sistema produtivo, organização da produção e alocação de mão-de-obra, dentre outros fatores. Foram realizadas incursões nos lotes para reconhecimento dos sistemas de produção adotados nas unidades familiares. A partir do diagnóstico, foi realizado o planejamento participativo das comunidades. Em ambos os processos foram identificadas necessidades de melhorias estruturais e estruturantes, relacionadas, principalmente, ao processo produtivo e às condições sociais. Posteriormente aos diagnósticos, foram instaladas nos assentamentos áreas com mandioca e abacaxi, nas quais os agricultores praticaram diferentes formas de cultivo com especial atenção às tecnologias e novos processos propostos. Após três anos de condução dos trabalhos em campo com os agricultores, as metodologias participativas mostraram-se como ferramentas eficientes no processo de autoconhecimento das comunidades assentadas, permitindo não só a identificação dos problemas, mas também o seu dimensionamento e a proposição de soluções. A instalação de unidades de observação nas áreas dos agricultores constitui-se numa ferramenta clássica para a oferta de tecnologias. No entanto, para que os novos conhecimentos sejam consolidados, fazem-se necessários tanto o acompanhamento regular pela assistência técnica como o financiamento das atividades agrícolas, sem o que o aprendizado pode ser perdido ao longo do tempo.
Ano de Publicação: 2009
URI: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/661925
Aparece nas Coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPMF)
Arquivo Descrição TamanhoFormatoVisualizar
boletimpesquisa43.pdf2,77 MBAdobe PDFThumbnail
Download

Formato Dublin Core

Estatísticas