Acesso à informação Portal Brasil
DSpace

Infoteca-e » Embrapa Soja (CNPSO) » Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPSO) »

Por favor, utilize esse identificador para citar ou referenciar esse registro:
http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/470157

FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut

Formato RegistroConteúdo
Unidade da Embrapa/Coleção: Embrapa Soja - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Identificador: 27376
Data de Envio: 17-Jul-2007
Tipo do Material: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Autoria: ANDREOLI, C.
Título: Taxa de deterioração da semente: novo método para predizer a longevidade da semente.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: Londrina: Embrapa Soja, 2006.
Páginas: 20 p.
Série: (Embrapa Soja. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 2).
Idioma: pt_BR
Palavras-chaves: Semente
Conteúdo: A qualidade final do produto semente é a emergência em campo e o estabelecimento do estande, que é o resultado do somatório dos atributos fisiológicos e patológicos e suas interações, que atuam na semente da maturidade a semeadura. Por isso, o teste de vigor tem se tornado um componente crítico no programa de gestão das empresas. Os testes de vigor atuais, TZ e envelhecimento precoce, são pontuais e não predizem com acurácia a perda de viabilidade no armazém. O objetivo desse trabalho foi desenvolver um novo teste de vigor na tese de que a taxa de deterioração cronológica da semente no armazém equivale à taxa controlada dos lotes, definida pela equações de viabilidade para cada espécie. Como a queda de viabilidade no laboratório (v- Ki) e no armazém (Vt - Vi) são correspondentes, isso demonstra que existe uma relação entre a taxa de deterioração e o período de armazenamento [1/cr.pc == tgp.pa), em que 1/cr e tgp são as taxas de deterioração controlada e cronológica, respectivamente, e pc e pa são os periodos. Com as equações de viabilidade, a temperatura (0C) e a umidade da semente (%) podem ser definidas para cada espécie. Para semente de soja, com a equação de viabilidade log11 ,970 = 7,292 - 3,99610g15 - 0,0295t -0,00049H2, a temperatura será de 35°C e o teor de umidade da semente de 15%. Por exemplo: lotes de semente com germinação inicial de 94, 90, 86 e 82% e emergência em campo desejada de 90, 86, 82 e 78%, respectivamente, o teste de vigor deve apresentar taxa acima de 0,0358, ou seja, lotes com valores acima de 0,0358 serão aceitos na recepção com maior confiabilidade. Portanto, o novo teste de vigor oferece uma nova alternativa para as empresas produtoras de semente inferir na gestão de qualidade e melhorar a seleção de lotes antes do armazenamento, diminuindo o retrabalho e os custos.
Ano de Publicação: 2006
URI: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/470157
Aparece nas Coleções:Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPSO)
Arquivo Descrição TamanhoFormatoVisualizar
Boletimdepesquisaedesenvolvimento2.pdf8,1 MBAdobe PDFThumbnail
Download

Formato Dublin Core

Estatísticas