DSpace

Infoteca-e » Embrapa Agropecuária Oeste (CPAO) » Livros técnicos (CPAO) »

Por favor, utilize esse identificador para citar ou referenciar esse registro:
http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/252759

FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut

Formato RegistroConteúdo
Unidade da Embrapa/Coleção: Embrapa Agropecuária Oeste - Livros técnicos (INFOTECA-E)
Identificador: 27248
Data de Envio: 19-Mai-2006
Tipo do Material: Livros técnicos (INFOTECA-E)
Autoria: GOULART, A. C. P.
Informações Adicionais: Embrapa Agropecuária Oeste, Dourados, MS.
Título: Fungos em sementes de soja: detecção, importância e controle.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2005.
Páginas: 72 p.
ISBN: 85-7540-011-8
Idioma: pt_BR
Palavras-chaves: Soja
Semente
Soja
Conteúdo: A simples indicação das percentagens de pureza, germinação e vigor de um lote de sementes não é suficiente para caracterizar a sua verdadeira qualidade, sendo necessário, obrigatoriamente, levar em conta o somatório dos atributos físicos, genéticos, fisiológicos e sanitários. A condição sanitária é extremamente importante, considerando-se que as sementes são veículos de agentes fitopatogênicos, que nelas podem se alojar e com elas serem levados ao campo, provocando redução de germinação e vigor e originando focos primários de doenças. A maioria das doenças de importância econômica que ocorre na soja é causada por patógenos que são transmitidos pelas sementes. Dentre eles, merecem destaque: Phomopsis spp. - anamorfo de Diaporthe spp. (causador do cancro da haste da soja, da seca da haste e da vagem da soja e da deterioração das sementes), Cercospora sojina (causador da mancha olho-de-rã), C. kikuchii (causador da mancha púrpura da semente e do crestamento foliar), Colletotrichum truncatum (causador da antracnose), Fusarium semitectum (causador da deterioração das sementes), Aspergillus flavus (fungo de armazenamento), Sclerotinia sclerotiorum (causador da podridão branca da haste e da vagem) e Rhizoctonia solani (causador do tombamento de plântulas e morte em reboleira). Esses patógenos são detectados e identificados nas sementes de soja através da realização de um teste específico (Teste de Sanidade ou de Patologia de Sementes). Seu objetivo principal é determinar o estado sanitário de uma amostra de sementes. Esse teste é realizado em um laboratório, que precisa ter os seguintes equipamentos: câmaras de incubação, estereomicroscópio binocular (lupa), microscópio composto binocular, recipientes (gerbox e placas de Petri de plástico ou de vidro), substrato (papel de filtro), capela de fluxo laminar, autoclave e estufas para esterilização (fornos Pasteur), além de outros utensílios (pinças, bisturis, estiletes, tesouras e alças de platina). Vários testes de laboratório podem ser utilizados para caracterizar o estado sanitário das sementes de soja. O principal, utilizado e recomendado internacionalmente, é o Método do papel de filtro ou Blotter test, que detecta a quantidade total de fungos presentes nas sementes (interna e externamente). Outros métodos também podem ser utilizados, como o Deep Freezing Method e o Método de incubação em ágar. O tratamento de sementes de soja com fungicidas é uma das práticas mais efetivas no controle de fungos da semente e do solo, bem como do tombamento causado por Rhizoctonia solani, representando apenas 0,6% do custo total de produção da lavoura. Na escolha correta de um fungicida, o primeiro aspecto que deve ser considerado é o organismo alvo do tratamento, uma vez que os fungicidas diferem entre si quanto ao espectro de ação ou especificidade. A ação combinada de fungicidas sistêmicos (que são absorvidos durante o processo de germinação e emergência, controlando os fungos presentes no interior dos tecidos das plântulas) com protetores ou de contato (os quais não são absorvidos pela planta, sendo efetivos no controle de fungos de solo e daqueles presentes na superfície das sementes) tem sido uma estratégia das mais eficazes no controle de patógenos das sementes e do solo. Desse modo, verificam-se melhores emergências de plântulas no campo com a utilização de misturas, em comparação ao uso isolado de um determinado fungicida. 12 Fungos em Sementes de Soja: Detecção, Importância e Controle
Ano de Publicação: 2005
URI: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/252759
Aparece nas Coleções:Livros técnicos (CPAO)
Arquivo Descrição TamanhoFormatoVisualizar
LV20055.pdf6,21 MBAdobe PDFThumbnail
Download

Formato Dublin Core

Estatísticas